Postagens

Mostrando postagens com o rótulo fusarium em bananeira

Manejo do solo influencia intensidade da fusariose em banana

Imagem
Bananeira atacada por Fusariose   Um levantamento em áreas de produção de banana do Estado de São Paulo, no Vale do Ribeira, principal produtora de banana do Brasil, identificou que fatores do solo podem predispor as bananeiras à fusariose. O estudo mostrou que solos mais ácidos, com menor disponibilidade de fósforo, cálcio ou de manganês e menor saturação por bases fazem com que as plantas sejam mais afetadas pela doença. Áreas de produção na região de São Bento do Sapucaí também foram avaliadas pelos pesquisadores da Embrapa Meio Ambiente, Instituto Agronômico (IAC), APTA/Vale do Ribeira e Cati/São Bento do Sapucaí. Nessa região, onde os bananais são manejados com menor uso de insumos químicos (fertilizantes e defensivos), os atributos físicos do solo mostram-se mais importantes para modular a intensidade da doença.  “Em cultivos de banana em São Bento do Sapucaí,” explica o técnico da Embrapa Meio Ambiente Henrique Vieira, “solos mais compactados e que apresentam ma

Fusariose da bananeira será estudada em detalhes em novo projeto da Embrapa

Imagem
Banana. A maioria das pessoas gosta e consome. Porém, mal sabem o trabalho que dá para produzir aquela fruta bonita, disposta nas gôndolas dos supermercados, que colhida ainda verde chega amarela ao ponto de venda, e neste intervalo de tempo pode ser atacada por muitas pragas e doenças, tanto na pré como na pós-colheita. O ambiente é desafiador para os produtores e para os pesquisadores. Segundo o pesquisador da Embrapa Mandioca e Fruticultura (Cruz das Almas, BA), Miguel Angel Dita Rodriguez, lotado na Embrapa Meio Ambiente (Jaguariúna, SP), estima-se que a bananicultura empregue mais de 300 mil trabalhadores de maneira direta ou indireta no estado de São Paulo. Entre os fatores que limitam a cultura no estado está a fusariose da bananeira (FB), também conhecida como mal-do-Panamá. Pensando nisso, e principalmente em melhorar o manejo, e assim a vida dos produtores de banana, a Embrapa está propondo um novo projeto de pesquisa (2019-2021), que busca novas formas de controle da fusa

Plano visa evitar ingresso de nova praga que afeta bananeiras

Imagem
O fungo ainda não foi detectado no continente americano, mas tem causado perdas a plantações na Ásia, Oriente Médio e em Moçambique Instrução Normativa nº 43 , publicada no Diário Oficial desta quarta-feira (22), cria o Plano Nacional de Contingência para ações preventivas e emergenciais de contenção, supressão e erradicação de focos da praga Fusarium oxysporum f.sp cubense raça 4 tropical - Foc R4T, causador da murcha de Fusarium em bananeira. Essa nova raça do fungo (raça 4 tropical) tem causado perdas no sul da Ásia, Oriente Médio e Moçambique, sendo considerada a maior ameaça para a cultura da banana no mundo. Além das variedades prata e maçã, ainda afeta as variedades nanica e nanicão. No continente americano, o fungo ainda não foi relatado e sua introdução pode trazer sérios problemas para a produção de bananas, um dos alimentos básicos considerado chave para a segurança alimentar da região. Como até o momento não há variedades resistentes, a melhor medida de controle é a excl
E aí, gostou da matéria? A Agroales News tem em sua missão trazer boas informações aos seus leitores. Sinta-se livre para curtir, comentar e compartilhar nas redes sociais! Contribua com PIX! Chave PIX AGROALES: 999e11f7-141b-460e-a5fe-27a2673c20b3