Postagens

Mostrando postagens de Julho, 2022

Equilíbrio no Cavalo Campolina

Imagem
Quando admiramos um cavalo em liberdade, correndo, saltando, esbanjando nobreza e elegância, nem sempre imaginamos a relação existente entre os movimentos por ele executados e o equilíbrio necessário para fazê-lo. Decerto cavalos são criados em função do trabalho que produzem, através do movimento. E não será possível realizar trabalho em movimento, se não houver equilíbrio. O mesmo cavalo que podemos imaginar agora, tão elegante em liberdade, poderá ser visto com a mesma desenvoltura montado por um cavaleiro, desde que lhe seja preservado o equilíbrio. E digo isso porque, no momento que montamos um cavalo sobre seu centro de gravidade, nosso peso nele aplicado promove uma sobrecarga naquele ponto, sem, contudo, ser alterado seu equilíbrio. O equilíbrio estático presente no cavalo em estação será rompido, quando solicitamos do cavalo o “romper” para a frente. Deve-se buscar daí o equilíbrio dinâmico, para um deslocamento seguro e pleno. Além do apoio sobre a embocadura, do que fa

Extensão do pescoço no Cavalo Campolina

Imagem
A espécie equina é fruto de adaptações naturais, conforme exigências do meio ambiente. Suas características lhe conduzem à fuga, antes mesmo da aproximação do predador. Nada existe nos equinos que seja próprio para ser montado. Sua estrutura e força físicas suportam o peso do cavaleiro, sob condições nada naturais. E para ter melhor condição de trabalho sob a sela, o cavalo precisa se adaptar à uma postura, à qual damos o nome de atitude. Para se conseguir a atitude, algumas etapas de trabalho precisam ser executadas sequencialmente, e uma delas, que vamos falar aqui, é a Extensão do Pescoço. Numa explanação bastante superficial, e com terminologia nem tanto técnica, mas de fácil compreensão, podemos dizer que o cavalo apresenta basicamente três grandes grupos musculares no pescoço, responsáveis pelos movimentos de abaixar e elevar o pescoço, e consequentemente a cabeça, sendo eles os elevadores da base do pescoço, os extensores e os inversores. Naturalmente, o cavalo eleva e mantém e

Conheça as regras de viagem internacional com seus pets

Imagem
  O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento é o órgão que esclarece as dúvidas. Confira Fim de ano pode significar férias com oportunidades de viagem internacionais, incluindo a companhia de seus animais de estimação. O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) é o órgão responsável no País para informar quais as regras necessárias para esse tipo de viagem. As mudanças mais recentes para o ingresso de cães e gatos em viagens para os Estados Unidos e Coreia do Sul foram atualizadas. Saiba o que mudou e onde encontrar mais informações sobre viagens com seus pets. Estados Unidos Os cães que chegam de países classificados como de alto risco para raiva, que inclui o Brasil, só poderão ingressar no país por um dos 18 pontos de entrada aprovados. As entradas permitidas são: Anchorage (ANC), Atlanta (ATL), Boston (BOS), Chicago (ORD), Dallas (DFW), Detroit (DTW), Honolulu (HNL), Houston (IAH), Los Angeles (LAX), Miami (MIA), Minneapolis (MSP), New York (JF

Curiosidades sobre a criação de peru no Brasil

Imagem
Confira os detalhes da produção dessa ave natalina numa entrevista com o pesquisador da Embrapa Suínos e Aves, Élsio Antonio Pereira de Figueiredo Sabe como é feita a criação de peru? A ave é um dos alimentos que estará em evidência no Natal em parte dos lares brasileiros. Para tirar algumas dúvidas sobre a criação de perus o AgroSaber fez uma breve entrevista com um dos grandes especialistas no País em genética de aves, o pesquisador da Embrapa Suínos e Aves, em Concórdia (SC), Élsio Antonio Pereira de Figueiredo. Ele é zootecnista, com mestrado em Zootecnia pela Universidade Federal de Viçosa (1978) e doutorado em Animal Breeding – Texas A&M University System (1986). Atualmente é pesquisador nas áreas de melhoramento genético de suínos e aves e sistemas orgânicos de produção. Confira abaixo as oito curiosidades que o AgroSaber desvendou dessa ave. 1- Quanto tempo leva a criação de peru? Os perus criados na indústria avícola podem ser criados até 22 semanas para lotes de machos e

Escore de Condição Corporal dos Equinos

Imagem
Foto: Kate A avaliação da gordura corporal de cavalos é importante para controle de programas nutricionais, planejamento de programas reprodutivos, prevenção de doenças metabólicas relacionadas à falta ou excesso de gordura, monitoramento de carga de trabalho e outros aspectos de manejo. Para ser utilizada na rotina a campo, uma metodologia de avaliação de gordura corporal deve ser simples, prática, com alta confiabilidade e repetibilidade. Dessa forma, cientistas elaboraram escores de condição corporal de equinos que utilizam a avaliação visual e a palpação de áreas específicas do corpo do cavalo relacionadas à deposição de gordura. No sistema de avaliação proposto por Carrol & Huntington (1988), considera-se a avaliação visual e palpação do acúmulo de gordura no pescoço, tronco (dorso lombo e costelas) e garupa. Este sistema adota uma classificação de 0 (animal muito magro) a 5 (animal muito gordo), acrescentando-se 0,5 pontos quando a garupa apresentar características de pontua

História do Cavalo Campolina

Imagem
Foto: Fazenda do Tanque História da Raça Em 1870, Cassiano Campolina, nascido em 10 de julho de 1836, na cidade de São Brás do Suaçuí, do termo de Entre Rios de Minas/MG, ganhou do Imperador D. Pedro II a égua Medéia. Ela estava prenhe de um garanhão Andaluz e desse acasalamento nasceu Monarca, cavalo que na fazenda do Tanque (, contribuiu decisivamente na formação da raça Campolina. Cassiano (foto) começou seu trabalho, objetivando criar cavalos de grande porte, ágeis, resistentes e de beleza inigualável. Para isso, cruzou e selecionou raças de cavalo tais como, Puro Sangue Inglês, Anglo-Normando e animais de origem Ibérica. Em 1904, após anos trabalhando firme em seu propósito, faleceu Cassiano Campolina em Entre Rios de Minas. Coube a um de seus herdeiros, o Tenente Coronel Joaquim Pacheco de Resende e sua família, cumprir o seu legado, criando, selecionando e aperfeiçoando a raça Campolina. Na década de 30 foi criado o Consórcio Profissional Cooperativo dos Criadores da Raça Campo

Como prevenir e tratar a Gripe nos Marchadores

Imagem
Foto: Henrique Ribas Independente da estação do ano, a Gripe é uma doença que preocupa criadores. Assim como nos humanos ela também é comum nos equinos. E além de ser recorrente no inverno, a gripe também ocorre com frequência no outono. A Influenza Equina é popularmente conhecida como Gripe Equina. Animais jovens são mais suscetíveis a adoecer, principalmente, até os dois anos de idade, pela fraca imunidade. Segundo Renata Maranhão, professora da Escola de Medicina Veterinária da UFMG, o contágio pode ocorrer pelo ar, por meio de aerossóis, por contato direto ou por meio de secreções (nasais, saliva, etc) deixadas em comedouros, bebedouros e outros locais. “Por isso, o transporte por longas distâncias, ambientes pouco arejados, mudanças bruscas de temperatura e aglomerações de animais de origens diversas são importantes fatores predisponentes ao contágio e desenvolvimento da doença”, afirma a especialista. É bom ficar alerta aos sintomas apresentados pelos animais, como explica Re

Cafeicultores já podem acessar financiamentos do Funcafé

Imagem
Os cafeicultores já podem acessar as linhas de financiamentos do Funcafé (Fundo de Defesa da Economia Cafeeira) em 12 instituições financeiras. Os extratos das contratações estão publicados no Diário Oficial da União (DOU). São elas: Banco Ribeirão Preto, Banco de Desenvolvimento de Minas Gerais-BDMG, Banco Inter, Bradesco, e as Cooperativas de Crédito: Central Cresol, Credinter, Agrocredi, Credicarpa, Credialp, Credicarmo, Credivar, e Central de Crédito do Espírito Santo Conforme o Departamento de Comercialização e Abastecimento do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, as assinaturas dos contratos com as demais instituições ocorrem de forma célere para disponibilizar com agilidade os recursos do Funcafé no mês de julho. As linhas de crédito disponíveis são destinadas para os financiamentos dos tratos culturais da lavoura, armazenagem, comercialização e aquisição do produto, capital de giro para indústrias e cooperativas de produção, e ainda para recuperação de cafezais

Frigorífico: Tipos de Cortes

Imagem
 Mapa de Cortes   São diversos os cortes disponível no mercado, alguns são conhecidos por vários nomes diferentes; opções para fazer receitas com carne não faltam, muito menos a vontade de se deliciar comendo carne de qualidade. Pensando nisso, estamos disponibilizando aqui o Mapa de Cortes principais disponível no mercado. Aproveite! Corte do Porco Corte do Frango Corte do Boi Corte do Cordeiro

AgroResidência abre primeiro edital para seleção de projetos da aquicultura

Imagem
Está aberto o primeiro edital de chamamento público , no âmbito do AgroResidência – Programa de Residência Profissional Agrícola, destinado à seleção de propostas de projeto de residência profissional agrícola para atuação específica junto à cadeia de aquicultura. A iniciativa é coordenada em conjunto pelas secretarias de Agricultura Familiar e Cooperativismo (SAF) e de Aquicultura e Pesca (SAP) do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa). O Programa AgroResidência destina-se à qualificação de jovens estudantes e recém-egressos dos cursos de ciências agrárias e afins, apoiando projetos de residência elaborados e coordenados por instituições de ensino de todo o país, voltadas para a qualificação técnica dos estudantes, favorecendo a inserção desses profissionais no mercado de trabalho e assim, contribuindo para o desenvolvimento da agricultura brasileira. As instituições de ensino, vinculadas à Administração Pública Federal, poderão enviar as propostas à Comissão de Se

Produtores não precisam mais informar prazo de validade em vegetais frescos embalados

Imagem
Foi publicada a Portaria nº 458 que dispensa a obrigatoriedade da indicação do prazo de validade em vegetais frescos embalados. A norma altera a Instrução Normativa nº 69/2018 e entra em conformidade com a Resolução RDC nº 259/2002 da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) que já previa a dispensa dessa informação. O secretário de Defesa Agropecuária do Mapa, José Guilherme Leal, explica que a medida é importante no combate ao desperdício de alimentos, pois anualmente toneladas de frutas são perdidas no Brasil em razão da expiração do prazo de validade, sem que, no entanto, estejam impróprias para o consumo. “A validade afixada nas embalagens não guardava relação com a qualidade do produto, uma vez que o próprio consumidor é capaz de observar se um produto hortícola está apto ou não ao consumo apenas pelo aspecto visual”, disse Leal. Ao comprar vegetais frescos, o consumidor consegue identificar se estão podres, murchos ou com odor, ou seja, se não estão bons para consum

Portaria institui Programa AgroHub Brasil

Imagem
Com objetivo de apoiar os ecossistemas e ambientes de inovação do agro brasileiro, bem como a divulgar ações e iniciativas de inovação agropecuária, foi instituído o Programa AgroHub Brasil. A Portaria nº 461 , publicada nesta quarta-feira (27), entra em vigor em setembro. Entre as finalidades do programa está o incentivo e a promoção de criação e amadurecimento de startups, desenvolvendo iniciativas de inovação para a agropecuária, apoiando eventos e desafios e aproximando as startups de potenciais oportunidades de captação de recursos públicos e privados, nacional e internacionalmente. O programa também busca inserir o produtor rural em ambientes de inovação para a agropecuária, buscando aproximá-lo dos desenvolvedores de tecnologias, propiciando oportunidades de acesso e adoção de novas soluções tecnológicas, melhoria da qualidade dos processos e produtos, a redução de custos e a ampliação de receitas no agronegócio. De acordo com a Secretaria de Inovação, Desenvolvimento Sustentáve

Política de Inovação vai promover desenvolvimento da cacauicultura brasileira

Imagem
  A partir de setembro, entrará em vigor a Portaria Nº 462 , que trata da Política de Inovação da Comissão Executiva do Plano da Lavoura Cacaueira (Ceplac). A política servirá para orientar as ações da Comissão na promoção da inovação por meio da geração de tecnologias, produtos, processos e serviços em benefício da cacauicultura brasileira. O Brasil ocupa hoje o 6º lugar na produção mundial de cacau, segundo a International Cocoa Organization (ICCO). De acordo com o Censo Agropecuário de 2017, há mais de 93 mil estabelecimentos produtores de cacau no país. Eles estão concentrados na Bahia e no Pará, que juntos representam 96% da produção nacional. O diretor da Ceplac, Waldeck Araújo, explica que a política propiciará a busca por recursos para a pesquisa e inovação do cacau e apresentação de projetos a organismos internacionais. Em 2020, a Ceplac foi reconhecida como Instituição de Ciência e Tecnologia (ICT). Para se tornar uma ICT plena, conforme o diretor, era necessária a publica

Teresópolis recebe título de Capital Nacional do Lúpulo

Imagem
  O município de Teresópolis, no estado do Rio de Janeiro, recebeu o título de Capital Nacional do Lúpulo, com a publicação da Lei nº 14.414/2022 no Diário Oficial da União. Situada na Serra Fluminense, a 75 quilômetros da capital, Teresópolis também teve o primeiro viveiro para produção de mudas de lúpulo no Brasil com certificação de origem reconhecido pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa). Com um clima tropical de altitude e, por vezes, subtropical, a cidade tem ambiente propício para o desenvolvimento de culturas como a do lúpulo, planta originária do Hemisfério Norte, onde a baixa temperatura e a incidência solar são fundamentais ao cultivo.  O cultivo de lúpulo no Brasil está em desenvolvimento e tem grande potencial, em razão das boas condições de clima, solo e da grande extensão territorial. Em 2021, foram produzidas 12.356 toneladas de lúpulo no país. Neste ano, a produção já soma 5.656 toneladas, segundo levantamento da Associação Bra

Carteirinhas de pescador amador ou esportivo terão novo layout, com QR Code dinâmico

Imagem
  A Secretaria de Aquicultura e Pesca do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento  (SAP/Mapa) atualizou o Sistema de Requerimento e Emissão das Licenças de Pescador Amador ou Esportivo. Entre as novidades da nova versão está a implementação do QR Code dinâmico nas carteirinhas, que vai permitir que qualquer agente fiscalizador possa confirmar a autenticidade das licenças emitidas.  Também foi implantada a automatização na liberação das licenças para os pescadores amadores ou esportivo que optarem pelos pagamentos via PIX ou cartão de crédito. As novas Licenças de Pescador Amador ou Esportivo serão emitidas com novo layout, dentro dos padrões estabelecidos pelo Mapa. De acordo com a SAP, com essas mudanças, o tempo entre as solicitações e as emissões das licenças definitivas será reduzido, facilitando o acesso do cidadão a um serviço de forma eficaz. No período de maio a junho de 2022, a SAP recebeu mais de 70 mil requerimentos para emissão de Licenças de Pescad

Novas normas fortalecem a CPR como instrumento de financiamento ao agronegócio

Imagem
  Com o objetivo de aprimorar dispositivos que normatizavam a Cédula de Produto Rural (CPR), foi sancionada, nessa quarta-feira (20), a Lei Nº 14.421/2022 . Um desses aprimoramentos foi a ampliação do conceito de produto rural, de forma a permitir a captação de recursos tanto para projetos de conservação e preservação ambiental (CPR Verde), quanto para financiar outros elos da cadeia produtiva (fornecedores de insumos e equipamentos e processadores). Também foram aprimorados os dispositivos que tratam do registro de garantias e os procedimentos e prazo para o registro dos títulos. A atual lei é resultado da conversão da Medida Provisória (MP) nº 1.104/2022. O texto original da MP contemplava alterações pontuais em dispositivos das leis nº 8.929/1994, que instituiu a Cédula de Produto Rural, e a 13.986/2020, conhecida como Lei do Agro. Na primeira lei, o propósito era disciplinar os procedimentos para a assinatura eletrônica da CPR e no documento à parte com a descriçã

Grão-de-bico utilizado na Integração Lavoura-Pecuária-Floresta (ILPF)

Imagem
  Área demonstrativa de ILPF com grão-de-bico implantada na Embrapa Hortaliças Cultura ainda incipiente no Brasil, o grão-de-bico, leguminosa rica em proteína, pode ser uma alternativa de uso em sistemas de Integração Lavoura-Pecuária-Floresta (ILPF), inclusive por agricultores familiares e médios produtores rurais. É o que mostrou o dia de campo realizado pela Embrapa e o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA) na Embrapa Hortaliças (DF) no dia 15 de julho, com participação de 180 pessoas, entre produtores rurais, técnicos, professores e estudantes. No local do evento, uma área de 13,5 ha que estava sem culturas, a Embrapa Cerrados (DF) e a Embrapa Hortaliças implantaram um sistema de ILPF com grão-de-bico. “Estamos apresentando uma alternativa de diversificação, principalmente para o período de safrinha”, explicou Warley Nascimento, chefe geral da Embrapa Hortaliças. Ele homenageou Osmar Artiaga, produtor em Cristalina (GO), pelo pioneirismo na cult
E aí, gostou da matéria? A Agroales News tem em sua missão trazer boas informações aos seus leitores. Sinta-se livre para curtir, comentar e compartilhar nas redes sociais! Contribua com PIX! Chave PIX AGROALES: 999e11f7-141b-460e-a5fe-27a2673c20b3