Postagens

Mostrando postagens com o rótulo logística

Exportações de milho no primeiro semestre crescem 85,7% em relação ao mesmo período de 2021

Imagem
  Entre janeiro e julho de 2022, foi observado um crescimento de 85,7% no comparativo do volume acumulado das vendas externas de milho no mesmo período do ano anterior. A informação foi divulgada, nesta sexta-feira (19), na edição de agosto do Boletim Logístico da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) . O movimento está relacionado à dificuldade da China em internalizar as cerca de 10 milhões de toneladas do grão que normalmente eram trazidas da Ucrânia, além da incidência de pragas nas lavouras que o país asiático tem enfrentado. Além disso, em razão de intempéries climáticas, as estimativas de produção de milho na Europa foram reduzidas em quase cinco milhões de toneladas, indicando que a demanda pelo produto do Brasil deverá aumentar. Desta forma, estima-se que os preços do milho deverão subir tanto no mercado doméstico quanto no internacional. No caso da soja, as exportações brasileiras atingiram 60,54 milhões de toneladas, uma queda de 8,5% em comparação aos 6

Ministro da Infraestrutura discute parceria em logística agropecuária entre Embrapa Territorial e EPL

Imagem
O ministro Tarcísio de Freitas e o chefe-geral da Embrapa Territorial, Gustavo Spadotti - Foto: Vivian Chies   A Embrapa Territorial recebeu, em 27 de janeiro, o ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, que esteve em Campinas, SP, para visitar o Pátio Ferroviário da cidade. Na passagem pelo centro de pesquisa, o ministro conheceu como a Unidade emprega a inteligência, gestão e monitoramento territorial estratégico, particularmente no sistema dedicado à macrologística agropecuária brasileira ( SITE-MLog ). De acordo com Gustavo Spadotti, chefe-geral da Embrapa Territorial, em reunião técnica com Freitas, foi apresentado como o SITE-MLog integra dados de produção das principais cadeias da agropecuária, com análises como a de concentração territorial, além de informações sobre exportação e os caminhos da safra. O conceito de bacias logísticas, integrante da plataforma, também foi explorado. Disponível atualmente para a cadeia de grãos, ele organiza o País em o

Após publicação da tabela do frete, vendas do milho recuam em MT

Imagem
Após a publicação da tabela do frete rodoviário pela Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), as ofertas nos preços do milho ficaram limitadas em Mato Grosso, segundo informações do Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea). De acordo com o Imea, esse cenário prejudicou a comercialização do grão. No último mês, as vendas da safra 2017/18, que está em período de colheita, avançaram apenas 0,7 p.p., chegando a 68,1% da produção estimada. Em relação à safra futura, as negociações atingiram 13,7%, com avanço mensal de apenas 1,5 p.p. Ainda de acordo com o Imea, outro fator que impactou nas vendas foi o forte recuo nas cotações do grão na bolsa de Chicago, no entanto, os bons preços ofertados nos meses anteriores permitiram que ambas as safras continuem com as vendas adiantadas. "Para o próximo mês o cenário segue nebuloso, visto que até o momento a tabela do frete rodoviário continua trazendo indefinições ao mercado", destaca, em comunicado, o Imea.

Sojicultor mato-grossense termina o ano pagando até 37% a mais pelo frete

Imagem
O produtor mato-grossense encerrou o ano de 2017 pagando mais caro pelo transporte da soja. Só Notícias/Agronotícias apurou, com base em dados do Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea), que o preço para transportar uma tonelada de Sorriso a Rondonópolis aumentou 37%, saindo de R$ 80, em dezembro do ano passado, para R$ 110, este mês. Já o preço do frete para transportar uma tonelada da oleaginosa de Rondonópolis até o porto de Paranaguá (PR) subiu de R$ 135 para R$ 180, em um ano, resultando em reajuste de 33%. Para transportar a soja de Sorriso até o porto paranaense, por outro lado, o reajuste foi de 29%, saindo de R$ 170 para R$ 220, a tonelada. O transporte da soja de Canarana até o porto de Santos (SP) aumentou 15,9%. Em dezembro de 2016 custava R$ 190, por tonelada. Este mês, chegou a R$ 220. O menor reajuste entre as localidades pesquisadas pelo Imea foi verificado no preço do transporte da oleaginosa de Sapezal a Porto Velho (RO). Neste trajeto, o
E aí, gostou da matéria? A Agroales News tem em sua missão trazer boas informações aos seus leitores. Sinta-se livre para curtir, comentar e compartilhar nas redes sociais! Contribua com PIX! Chave PIX AGROALES: 999e11f7-141b-460e-a5fe-27a2673c20b3