Postagens

Mostrando postagens com o rótulo controle de pragas

Embrapa publica guia para identificação de inimigos naturais em cultivos de hortaliças

Imagem
Para auxiliar produtores na implementação do manejo integrado de pragas (MIP) em suas propriedades rurais, com foco no controle biológico, pesquisadores da Embrapa reuniram em uma publicação, no formato de guia de campo, uma lista com fotos e informações descritivas dos principais inimigos naturais encontrados em lavouras de hortaliças como espécies de besouros, moscas e ácaros predadores, percevejos e vespas parasitoides. A identificação correta dos inimigos naturais é o ponto de partida para um controle biológico eficaz, um dos pilares de sustentação do MIP. “A proposta do guia é auxiliar agricultores , profissionais da assistência técnica e da extensão rural, consultores e estudantes da área de Ciências Agrárias, no reconhecimento dos inimigos naturais comumente encontrados em cultivos de hortaliças”, explica o pesquisador Miguel Michereff Filho, da área de Entomologia da Embrapa Hortaliças (Brasília, DF). Intitulado “Guia para Identificação de Inimigos Naturais em Cultivos

Controle biológico de pragas é alternativa para reduzir custos de produção na agricultura

Imagem
Uma primeira edição do curso sobre controle biológico de pragas (conheça os bioinseticidas lançados recentemente pela Embrapa durante o aniversário da Empresa ) foi realizado na Embrapa Milho e Sorgo (Sete Lagoas, MG) na primeira quinzena de abril, reunindo 60 participantes de diversas instituições brasileiras de ensino, pesquisa, extensão e do setor privado. O chefe-geral Antônio Álvaro Corsetti Purcino destacou que a Embrapa pode apresentar soluções altamente eficientes para diminuir os custos de produção das culturas agrícolas por meio do uso de insumos biológicos. "Os custos da agricultura estão cada vez mais altos e temos um conhecimento acumulado ao longo dos últimos 30 anos que pode ajudar a mudar esse cenário", destacou. Antônio Álvaro também reconheceu a atuação dos dois pesquisadores que atuaram como palestrantes: Fernando Hercos Valicente e Ivan Cruz. "São dois profissionais com mais de 40 anos de experiência que são referência no tema. Esperamos que o con

Projeto vai promover manejo integrado de pragas na produção de hortaliças do Distrito Federal

Imagem
Para alcançar o objetivo de incentivar a adoção do manejo integrado de pragas (MIP) junto aos produtores rurais e profissionais da assistência técnica e extensão rural do Distrito Federal, um projeto executado pela Embrapa Hortaliças (Brasília, DF) pretende confeccionar cartilhas sobre controle de pragas e guias de bolso para facilitar a identificação de pragas e de seus inimigos naturais em cultivos de quatro espécies de hortaliças: tomate, pimentão, morango e alface. “A proposta será usar os guias e as cartilhas em treinamentos de técnicos para que eles divulguem as tecnologias relacionadas ao manejo integrado de pragas, principalmente com foco no controle biológico”, explica o pesquisador Miguel Michereff Filho ao contar que o objetivo maior será contribuir para a racionalização do uso de agrotóxicos e para a produção de alimentos de alta qualidade nutricional e totalmente seguros para a saúde humana. O controle químico, segundo ele, é a principal medida adotada pelos produtores

Mapa disponibiliza listagem atualizada de pragas quarentenárias

Imagem
A informação é importante tanto na importação quanto na exportação de produtos vegetais O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) publicou na terça-feira (02), no Diário Oficial da União (DOU), as Instruções Normativas n° 38 e n° 39 com a relação de Pragas Quarentenárias Presentes e Ausentes no Brasil, com o objetivo de atualizar a lista de todas as doenças regulamentadas pelo Mapa. A IN 39 trata da Praga Quarentenária Ausente (PQA), de importância econômica para uma determinada área de perigo e que não está presente no território nacional. A Praga Quarentenária Presente (PQP), referida na IN 38), está presente no país, porém não amplamente distribuída e sob o controle oficial. Segundo a auditora fiscal federal agropecuária, Graciane Magalhães de Castro, diretora substituta do Departamento de Sanidade Vegetal (DSV) do Mapa, “as duas listas serão disponibilizadas no site do ministério para facilitar o acesso aos interessados, tanto para o processo de importação e

Mais um vírus causador de mosaico em sorgo é identificado no Brasil

Imagem
Pesquisadores da Embrapa Milho e Sorgo (MG) identificaram, pela primeira vez no Brasil, a ocorrência da espécie Johnsongrass mosaic virus (JGMV) infectando, naturalmente, lavouras de sorgo [ Sorghum bicolor (L.) Moench]. Os estudos encontraram também, entre os diversos genótipos testados, uma linhagem de sorgo resistente ao mosaico comum causado por essa espécie de potyvírus. Em condições ambientais que favoreçam o seu aparecimento, a doença pode provocar perdas consideráveis na produção, de acordo com os pesquisadores. O JGMV é o segundo vírus causador desse mal no sorgo identificado no Brasil. “Anteriormente, apenas o Sugarcane mosaic virus (SCMV) havia sido encontrado causando mosaico nessa espécie no País”, informa a pesquisadora da Embrapa Isabel Regina Prazeres de Souza. Os resultados, publicados no International Journal of Current Research , foram obtidos após análises moleculares realizadas com amostras de tecido foliar, coletadas das plantas que apres

Medidas de controle e entressafra seca diminuem a incidência da broca-do-café na safra de 2018

Imagem
A incidência da broca-do-café em Minas Gerais está menor em 2018, se comparada ao mesmo período do ano passado. Segundo o pesquisador da Empresa de Pesquisa Agropecuária de Minas Gerais (Epamig) Júlio César de Souza, a redução se deu pela entressafra seca em 2017, pela colheita bem feita da safra anterior e também pela adoção do monitoramento da ocorrência da broca-do-café nas lavouras resultando numa drástica redução do uso de inseticidas para controlá-la. "Em média a porcentagem de controle determinada pela pesquisa é de aproximadamente 35%, e maior em lavouras irrigadas", explica o pesquisador. A broca-do-café é uma praga originária da África e desde 1922 já contabilizou grandes prejuízos à cafeicultura brasileira. O pesquisador Júlio César enfatiza que o objetivo do monitoramento é o controle e não a erradicação da praga, segunda em incidência nas lavouras de café arábica e a que mais ataca o café conilon. "O monitoramento deve ser feito talhão por talhão e, apenas s
E aí, gostou da matéria? A Agroales News tem em sua missão trazer boas informações aos seus leitores. Sinta-se livre para curtir, comentar e compartilhar nas redes sociais! Contribua com PIX! Chave PIX AGROALES: 999e11f7-141b-460e-a5fe-27a2673c20b3