Postagens

Mostrando postagens com o rótulo Agricultura 4.0

Integração lavoura-pecuária-floresta é oportunidade de negócio para produtores brasileiros

Imagem
Pesquisador da Embrapa Florestas aponta inúmeros benefícios econômicos e ambientais na adoção do sistema Vanderley Porfírio-da-Silva, pesquisador da Embrapa Florestas em sistemas agrossilvipastoris, apresentou durante o 6º Workshop Embrapa Florestas/Apre, as oportunidades para a pecuária brasileira com o uso da integração lavoura-pecuária-floresta (ILPF). O pesquisador lembrou que o assunto tem evoluído desde os primeiros estudos realizados entre os anos de 1970 e 1980, quando o enfoque estava no produto florestal com o gado usado em plantações florestais convencionais. O objetivo na época era obter benefícios do controle do desenvolvimento das plantas não desejadas no sub-bosque e melhorar o fluxo de caixa nos primeiros anos de crescimento florestal. Já na década de 1990, havia o enfoque florestal, no qual eram consorciados a agricultura e o pastoreio visando à obtenção dos benefícios do cultivo agrícola no crescimento das árvores e a melhoria do fluxo de caixa nos primeiros anos

Congresso Brasileiro de Agroinformática vai discutir internet das coisas

Imagem
“IoT na agricultura” é o tema do XII Congresso Brasileiro de Agroinformática (SBIAgro 2019), que acontece de 11 a 14 de novembro, na Faculdade de Tecnologia (Fatec) de Indaiatuba (SP). Considerado o principal evento científico da área de informática aplicada à agricultura no Brasil, o congresso busca promover o compartilhamento de resultados de pesquisas, a troca de ideias sobre trabalhos em andamento e o desenvolvimento de inovações para o setor. A internet das coisas (IoT) aplicada à agricultura refere-se à capacidade de conectar objetos, desde sensores, drones até colheitadeiras, otimizando as atividades no campo. O resultado esperado a partir da aplicação desta tecnologia é a geração de benefícios à atividade agrícola, como a redução de custos, o aumento da produtividade e a agregação de valor à produção. Dentro do tema do SBIAgro 2019, serão aceitos trabalhos nas áreas de automação, agricultura de precisão, geotecnologia, sistemas inteligentes, Big Data, aprendizado de máquina

Evento reúne especialistas para discutir estratégias para inovação tecnológica

Imagem
Nos dias 30 e 31 de outubro, a Embrapa Meio-Norte promove o Workshop “Inovação tecnológica e desenvolvimento social no meio rural”. Um grupo de especialistas foi escolhido cuidadosamente para falar sobre inovação e debater sobre temas afins como desenvolvimento, negócios, tecnologias digitais na agricultura, dentre outros. A programação do dia 30 de outubro estará aberta ao público e acontecerá no Bristol Gran Hotel Arrey, em Teresina (PI). Já no dia 31, o evento será restrito à equipe técnica da Embrapa. << inscreva-se aqui>> A abertura ocorrerá às 8h, com a palestra “Agricultura da informação: O impacto do big data e internet das coisas na gestão das fazendas”, apresentada por Sílvia Maria Fonseca S. Massruha, pesquisadora e chefe-geral da Embrapa Informática Agropecuária, em Campinas, SP. Silvia Massruha é doutora em Computação Aplicada pelo Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (2003) (INPE), mestre na área de Automação pela Faculdade de

Pontes para Inovação têm inscrições prorrogadas

Imagem
As inscrições para a chamada “ Pontes para Inovação ” prosseguem até 28 de outubro. A iniciativa de fomento à inovação é uma oportunidade para empresas privadas e startups que adotam tecnologia da Embrapa, ou têm planos de expansão por meio de ativo tecnológico desenvolvido ou em desenvolvimento em conjunto com a Embrapa. Lançada em 2017 pela Embrapa e Cedro Capital, a chamada chega à segunda edição com participação também da gestora de fundos de investimento SP Ventures, das aceleradoras Cotidiano e Acceleratus. Além da possibilidade de captar investimentos, as empresas selecionadas poderão negociar sua instalação no Parque Tecnológico de Brasília (BioTIC). Por meio da chamada “Pontes para Inovação”, as empresas adotantes de tecnologias da Embrapa passarão por análise de potencial investimento para aceleração e expansão do negócio com aporte de até R$ 6 milhões de fundo de investimento gerido pelos investidores e aceleradoras apoiadores do programa. “Em nível mundial, o Brasil é um

Rede BioFort quer alcançar 20 milhões de famílias até 2020

Imagem
É meta da Rede BioFort, que é o conjunto de projetos que trabalham pela biofortificação de alimentos, alcançar 20 milhões de famílias no mundo até o ano de 2020. É meta também da rede atingir um bilhão de consumidores de produtos biofortificados até 2030. A revelação foi feita na manhã desta quinta-feira 27, em Teresina, pela pesquisadora da Embrapa Marília Nuti, diretora da aliança HarvestPlus na América Latina, ao falar na Oficina de Monitoramento de Ações e Alcance do Projeto na região Meio-Norte. Lembrando que pelo menos dois bilhões de pessoas ainda “sofrem com a falta de nutrientes no mundo”, com destaque para países da Ásia, África, América Latina e Caribe, a cientista disse que os cultivos biofortificados e liberados avançaram e já estão em mais de 30 países. Em outros 60 países a rede trabalha testando cultivares com altos teores de ferro, zinco e beta caroteno. São produtos como arroz, trigo, milho, milheto, sorgo, mandioca, batata-doce, batata inglesa ou comum, banana

Protagonismo em agricultura de precisão abre espaço para parceria internacional

Imagem
As pesquisas realizadas na área da Agricultura de Precisão (AP), que resultaram no desenvolvimento de robô agrícola para a coleta de dados massivos de solos e plantas, aplicação na pecuária, entre outros, são frutos da forte atuação da Embrapa em um tema considerado estratégico para o Brasil e que tem atraído a atenção de economias europeias, como a Holanda. O país, maior importador da soja brasileira, busca soluções inovadoras desenvolvidas por instituições brasileiras no campo da automação, pecuária e agricultura de precisão e agricultura 4.0 para melhorar ainda mais a forma de produzir alimentos. Na segunda e terça-feira (10 e 11), a consulesa Petra Smits e o adido de Inovação, Tecnologia e Ciência Ernst-Jan Bakker, do Consulado-Geral da Holanda, em São Paulo, junto com o assessor do Departamento de Agricultura da Embaixada, em Brasília, visitam os dois centros de pesquisa da Embrapa, em São Carlos – Pecuária Sudeste e Instrumentação. O grupo ainda reúne

Cotonicultores apostam na agricultura 4.0 para garantir a sustentabilidade da cultura

Imagem
Com uma produção média estimada pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) em 1,3 milhão de toneladas de algodão em pluma na safra 2017/2018, os produtores de algodão do estado do Mato Grosso apostam em técnicas emergentes, como a agricultura de precisão (AP) - que adota tecnologias da informação e comunicação (TICs) - para otimizar a produtividade e reduzir custos. É com essa proposta que técnicos do Instituto Mato-grossense do Algodão (IMAmt), de grandes grupos produtores e de empresas privadas se reúnem com pesquisadores da Embrapa Instrumentação, em São Carlos (SP), nesta terça e quarta-feira (12 e 13) para discutir projetos em parceria que permitam o uso de soluções tecnológicas visando a sustentabilidade da cultura. Uma das tecnologias é o drone utilizado para captação de imagens aéreas multiespectrais e hiperespectrais, de alta resolução, com sensores infravermelho, capazes de identificar a variabilidade na lavoura para obtenção de retorno econômico e ambiental. No L
E aí, gostou da matéria? A Agroales News tem em sua missão trazer boas informações aos seus leitores. Sinta-se livre para curtir, comentar e compartilhar nas redes sociais! Contribua com PIX! Chave PIX AGROALES: 999e11f7-141b-460e-a5fe-27a2673c20b3