Postagens

Mostrando postagens com o rótulo cana-de-açúcar

Nova estimativa de cana-de açúcar traz produção de 572,9 milhões de toneladas

Imagem
  A produtividade da atual safra de cana-de-açúcar começa a mostrar recuperação, após dois ciclos de adversidades climáticas. O aumento de 1,6% na média nacional no rendimento das lavouras do país é um contraponto para a redução de 2,6% na área de cultivo. Com isso, a produção deve chegar a 572,9 milhões de toneladas de cana, uma ligeira queda de 1% se comparada com o ciclo anterior, como indica o segundo levantamento da safra 2022/23 divulgado nesta sexta-feira (19) pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab). Se na temporada 2020/21 o desenvolvimento da cultura foi influenciado pela falta de chuvas e no ciclo 2021/22, além da estiagem, foram registradas fortes geadas em importantes regiões produtoras, na safra 2022/23 as condições climáticas foram mais favoráveis. De acordo com o documento, os agricultores deverão colher nesta safra 70.484 quilos por hectares colhidos. No ciclo de 2021/22, a produtividade esteve estimada em 69.355 quilos por hectare. Já em 2020/21

Safra recorde de cana-de-açúcar vai ultrapassar 72 milhões de toneladas em Minas

Imagem
  Com uma área colhida superior a 862 mil hectares, o montante esperado será recorde dentro da série histórica iniciada em 2005/2006 A estimativa para a safra 2020/2021 de cana-de-açúcar é de 72,1 milhões de toneladas em Minas Gerais, segundo projeções da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab). O volume é 5% maior em comparação com a safra 2019/2020, quando foram produzidas 68,7 milhões de toneladas. Com uma área colhida superior a 862 mil hectares, o montante esperado será recorde dentro da série histórica iniciada em 2005/2006. Com a diminuição de veículos em circulação e a queda na demanda pelo etanol combustível provocadas pela pandemia do coronavírus, grande parte da produção sucroalcooleira deve ser destinada ao açúcar. Em Minas, a expectativa da Conab é que 4,7 milhões de toneladas do produto sejam geradas, o que representa um aumento expressivo de 47,8% em comparação com a safra anterior. Espera-se que esse movimento minimize as perdas do m

Conab estima produção estável de cana e forte destaque para o açúcar na safra atual

Imagem
  A segunda estimativa da safra 2020/21 de cana-de-açúcar no Brasil indica produção de 642,1 milhões de toneladas, com leve retração de 0,1% em relação à temporada anterior. Com esse volume de cana deve ser produzido o recorde de 39,3 milhões de toneladas de açúcar, situando o Brasil no patamar de maior produtor do mundo por dois anos seguidos, com um crescimento de 32% em relação ao que foi alcançado na última safra. Os números estão no 2º Levantamento da Safra 2020/21 de Cana-de-açúcar, divulgado pela Companhia Nacional de abastecimento (Conab) nesta quinta-feira (20). Essa produção já tem mercado garantido, de acordo a equipe da Conab. A exportação brasileira de açúcar aumentou expressivos 69,9% nos quatro primeiros meses dessa safra (abril-julho) em relação ao mesmo período de 2019, e a expectativa é de que continue em alta. O impulso vem da oferta mundial limitada por adversidades climáticas em importantes produtores da Ásia e também da taxa de câmbio elevada. Os pr

Agronegócio mineiro tem superávit de US$ 4,54 bilhões de janeiro a julho

Imagem
  A quantia indica uma variação positiva de 10% na balança comercial em relação ao mesmo período do ano passado Alavancada pelo bom desempenho nas exportações, a balança comercial do agronegócio mineiro fechou os sete primeiros meses de 2020 com uma alta de 10% em relação ao mesmo período do ano passado. O superávit totalizou US$ 4,54 bilhões no período, elevando a expectativa de que este ano, apesar da crise mundial causada pela Covid-19, seja o segundo melhor da série histórica do agronegócio mineiro, que teve início em 1997. As exportações tiveram uma receita de US$ 4,93 bilhões, uma expansão de 9,4% de janeiro a julho, enquanto as importações acumularam US$ 387,52 milhões, crescimento de 3% no mesmo período. Ao todo, Minas Gerais enviou 7,6 milhões de toneladas de produtos agropecuários para 162 países do mundo, um aumento de 31,4% no volume acumulado exportado. “O bom resultado se deve principalmente ao aumento nas vendas de alguns dos principais produtos da nossa

Embrapa seleciona bolsista de pós-doutorado para projeto na área de economia agrícola e modelagem

Imagem
Candidato selecionado vai atuar no projeto de pesquisa “Integração Cana-de-açúcar/Pecuária: Modelagem e Otimização” - Foto: Zineb Benchekchou A Embrapa Informática Agropecuária (Campinas, SP) está selecionando bolsista de pós-doutorado para atuar no projeto de pesquisa “Integração Cana-de-açúcar/Pecuária: Modelagem e Otimização”, vinculado à Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp). O processo de seleção está aberto a qualquer nacionalidade e o prazo para inscrição vai até o dia 31 de agosto de 2020. O bolsista vai trabalhar no desenvolvimento, implementação e aplicação de modelos de otimização e simulação dos sistemas integrados de cana-de-açúcar no Brasil e colaborar com relatórios e trabalhos científicos relacionados ao projeto. Para participar, os candidatos devem ter doutorado nas áreas de ciências agrícolas, com foco em economia agrícola e experiência em modelagem de otimização, modelagem de simulação bioeconômica e avaliação de impacto econômic

Nova cana-de-açúcar apresenta resistência à broca e ao herbicida glifosato

Imagem
Duas proteínas bioinseticidas, inócuas para seres humanos e tóxicas para insetos, são expressas em toda a extensão da planta - Foto: iStock Já estão em fase final os testes em campo da cana BtRR, variedade geneticamente modificada de cana-de-açúcar que une dois modos de ação para garantir resistência à broca-da-cana e ao herbicida comercial glifosato, usado no controle de plantas invasoras. Desenvolvida nos laboratórios da  Embrapa Agroenergia  (DF) em parceria com a startup  PangeiaBiotech , a variedade demonstrou ser resistente à aplicação de quatro vezes a dosagem comercial do herbicida glifosato e à infestação com larvas da broca-da-cana em casa de vegetação. O projeto combinou dois genes de resistência com modos de ação diferentes para ampliar a proteção da cana contra a broca, mais o gene que confere resistência ao herbicida glifosato.  Para a transformação genética da cana, foram selecionados genes com liberdade de exploração (em inglês,  Freedom to Operate  – FTO)

Cultivo de cana-de-açúcar entra como opção em solos arenosos

Imagem
Os estudos em solos arenosos avançaram ao longo dos anos e as pesquisas com cana-de-açúcar também. Uma aposta dos pesquisadores é inserir a cultura na integração lavoura-pecuária e tê-la como terceira opção. O foco da ciência é claro, a diversificação melhora o sistema produtivo e, consequentemente, agrega-se valor e renda à atividade agrícola. “A produtividade dos canaviais caiu com a mecanização e o baixo investimento, os preços também não estão favoráveis, seja do açúcar ou do etanol. Desta forma, agregar outras fontes de renda, como lavoura e pecuária, é estratégico para a estabilidade econômica da atividade. Além disso, o sistema traz evidentes melhorias para o solo, inclusive com quebras de ciclos de pragas e doenças, o que aumenta a sustentabilidade como um todo”, afirma o pesquisador da Embrapa ( Dourados, MS ), César José da Silva, que desenvolve estudos na área em Mato Grosso do Sul. Com projeções da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) de queda na safra 2019/202

Com safra praticamente encerrada, Centro-Sul segue com venda de hidratado aquecida na 2ª quinzena de dezembro

Imagem
O volume de etanol hidratado comercializado no mercado interno pelas unidades do Centro-Sul somou 858,11 milhões de litros na segunda quinzena de dezembro de 2018. Trata-se de um crescimento de 26,57% em relação ao mesmo período do ano anterior (678,00 milhões de litros). No total do mês, as vendas de hidratado atingiram 1,79 bilhão de litros, alta de 25,26% sobre dezembro de 2017 (1,43 bilhão de litros). Esse volume, recorde para um mês de dezembro, deve-se à manutenção da competitividade do biocombustível frente à gasolina no mercado doméstico. É o início de ano mais vantajoso para o etanol nessa década. Nas primeiras semanas de 2019 - conforme pesquisa da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), com dados compilados pela equipe técnica da União da Indústria de Cana-de-Açúcar (UNICA) - a paridade média entre os preços de bomba do etanol hidratado e da gasolina totalizou 65% no Brasil. Esse valor está muito aquém do rendimento técnico méd

Inscrições abertas para novo curso Cultivo e Produção de Cana-de-Açúcar

Imagem
Goiás é o segundo maior produtor de cana-de-açúcar e seus derivados açúcar e etanol no Brasil. A cultura é extremamente representativa em termos econômicos para o Estado: na safra 2018/19, a produção deve alcançar aproximadamente 71 milhões de toneladas. A cana-de-açúcar ocupa mais de um milhão de hectares de área plantada, é a segunda cultura agrícola mais importante considerando-se o Valor Bruto da Produção (VBP) e emprega mais de 100 mil pessoas de forma direta. Como a demanda por profissionais qualificados é alta e os produtores e trabalhadores precisam se manter constantemente atualizados, o EAD Senar Goiás lança o curso Cultivo e Produção de Cana-de-açúcar. A formação visa desenvolver alunos quanto às mais modernas práticas de cultivo, com vistas ao aumento de produtividade e rentabilidade na lavoura, aliadas à redução do impacto ambiental. O curso é totalmente online, gratuito, tem carga horária de 20 horas e o aluno terá até um mês para terminar seus estudo

ETANOL: Retomada de crescimento em 2019 pode elevar demanda por combustível

Imagem
A esperada retomada do crescimento da economia nacional para 2019 (projeções do Banco Central indicam alta de 2,55% do PIB) pode resultar em aumento de renda das famílias, cenário que tende a aquecer as vendas de carros e, consequentemente, a elevar a demanda por combustíveis, de acordo com informações do Cepea (Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada), da Esalq/USP. Com isso, o etanol deve continuar a ter uma participação expressiva nas vendas de combustíveis no País, tanto na forma de hidratado quanto no anidro (vale lembrar que, atualmente, o anidro corresponde a 27,5% da composição da gasolina C). Do lado da oferta, para a safra 2019/20 do Centro-Sul, analistas projetam moagem e volume de Açúcar Total Recuperável (ATR) próximos dos verificados em 2018/19, em andamento. Por outro lado, a alocação da cana para açúcar e etanol deve ser reajustada na safra 2019/20 frente à verificada em 2018/19. Usinas, incentivadas pelas sinalizações de aumento nos preços do açúcar – proje

Estudo revela novo perfil da agricultura no nordeste paulista

Imagem
Nos últimos 30 anos, pastagens, grãos e citros deixaram de ocupar cerca de 1,5 milhão de hectares nas bacias dos rios Mogi-Guaçu e Pardo, no nordeste do estado de São Paulo. A cana-de-açúcar foi a lavoura que ocupou a maior parte desse espaço, já que ganhou cerca de 1,3 milhão de hectares. Mas outras culturas também conquistaram terreno na região: é o caso das florestas de eucalipto, de seringueiras e lavouras de cafés de alta qualidade. Cresceram, ainda, as áreas de florestas nativas, que hoje ocupam 20% do território – atrás apenas da cana. O novo retrato da agricultura no nordeste paulista e os fatores que motivaram as mudanças estão em um estudo recentemente concluído pela Embrapa Territorial , que comparou imagens de satélite de 125 municípios, em uma área de 52 mil km², de 1988 até 2016. Os pesquisadores também foram a campo para conferir informações e levantar dados socioeconômicos que explicassem as mudanças e revelassem mais do que as imagens. As áreas com culturas anuais

Safra de cana estimada em 635 milhões de t terá produção de 30 bilhões de litros de etanol

Imagem
De acordo com o 2º Levantamento da Safra de Cana-de-açúcar 2018/2019, divulgado nesta terça-feira (21) pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), a produção total de cana está atualmente estimada em 635,51 milhões de toneladas, o que representa um aumento de 0,4% em relação à safra 2017/18, que fechou em 633,26 milhões de toneladas. Motivada pelo melhor fluxo de comercialização frente ao açúcar nesta safra, a produção total de etanol deverá alcançar 30,41 bilhões de litros, ou seja, um aumento de 11,6%. Desse total, a produção de etanol anidro terá aumento de 2,2%, devendo chegar a 11,24 bilhões de litros, motivado pelo maior consumo de gasolina que vem se mantendo nos últimos anos. Com relação ao etanol hidratado, que é o próprio álcool combustível, a produção também deverá ter um aumento de aproximadamente 18% (2,9 milhões de l), chegando 19,17 bilhões de litros. Os números do açúcar seguem o movimento de retração. Segundo o levantamento, a produção deve chegar a 34,25 milh

Melhoramento Genético e Biotecnologia na Cana-de-açúcar serão um dos focos do Simpósio

Imagem
Pesquisadores renomados discutirão amplamente as ações dos principais Programas de Melhoramento Genético de Cana-de-açúcar e a Cana energia no Brasil em evento na cidade de Ribeirão Preto/SP.  “Um esforço contínuo de grupos de pesquisa brasileiros, na área do melhoramento genético, possibilitou a seleção e lançamento de genótipos com adaptação regional e com boa estabilidade fenotípica proporcionando segurança aos projetos de bioenergia implantados ao longo desses anos todos”, diz Marcos Landell,   pesquisador do IAC. Landell será o moderador do   segundo painel do Simpósio “Integração da Pesquisa Pública com Cana de Açúcar no Brasil”, que acontece no dia 15 de março no Centro de Convenções do IAC. O evento tem por objetivo de reunir instituições públicas e privadas que representem setores da pesquisa, produção e políticas públicas para o setor sucroenergético e em áreas afins visando apresentar e discutir: pesquisa pública em cana-de-açúcar, novas tecnologias, tendências e desafios pa

Tijolos de bagaço ajudam a transformar vidas no sertão nordestino

Imagem
Tecnologia de custo baixo sem sacrificar a qualidade; três quartos, sala, banheiro e cozinha. Eis uma casa construída com tijolos feitos com cinzas de bagaço de cana-de-açúcar Graças ao aproveitamento das cinzas sucroenergéticas oriundas da queima da biomassa sucroenergética na geração de bioeletricidade nas usinas, comunidades no sertão nordestino vêm utilizando o material em substituição ao cimento para fabricar tijolos mais resistentes, ecológicos e baratos. Na cidade de Pariconha, em Alagoas, a viabilidade econômica e os benefícios socioambientais desta tecnologia já apresentam resultados positivos. Uma parceria entre a Fundação Alcace e estudantes do Instituto Federal de Alagoas (IFAL), com apoio de empresários e da prefeitura do município, está levando mais dignidade à diversas famílias carentes da região. Desde setembro de 2017, cerca de 50 moradores locais vêm trocando suas casas de taipa por moradias de alvenaria erguidas graças ao reaproveitando das cinzas sucroenergéticas

Pesquisadores identificam gene que pode aumentar eficiência na produção de etanol

Imagem
Manipulação de gene relacionado à dureza da parede celular das plantas também deve tornar gramíneas mais digeríveis para o gado Por Daniela Collares Uma equipe multinacional de pesquisadores do Brasil, Reino Unido e Estados Unidos identificou um gene envolvido na dureza das paredes celulares de vegetais. Trata-se de um considerável avanço para a produção de etanol de segunda geração, feito a partir da biomassa vegetal. A supressão desse gene aumentou a liberação de açúcares em até 60%. As descobertas do grupo foram apresentadas hoje (8) na revista New Phytologist . Outra aplicação prática desses resultados será o desenvolvimento de gramíneas mais digeríveis com maior valor nutricional para os animais ruminantes. A biomassa vegetal possui considerável poder calorífico, mas a maioria dessa energia está contida nas robustas paredes celulares, uma vantagem evolutiva que ajudou as gramíneas forrageiras a sobreviverem e prosperarem por mais de 60 milhões de anos. O problema é que essa robus

Exportações do agronegócio mineiro fecham o ano com crescimento

Imagem
Total alcançado foi de US$ 7,9 bilhões. Açúcar atingiu valores recordes As exportações do agronegócio mineiro totalizaram US$ 7,9 bilhões no ano passado, com crescimento de 8,1% em relação ao ano anterior. O segmento contribuiu com 31,4% do total da pauta mineira de exportações no período. Açúcar alcançou valores recordes. Os dados foram analisados pela Secretaria de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Seapa) com base nas informações do Ministério de Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC). Além do valor, também houve crescimento no volume exportado de 4,4%, alcançando 8,9 milhões de toneladas. Segundo o Superintende de Abastecimento e Economia Agrícola da secretaria de Agricultura, João Ricardo Albanez, o comportamento que se evidenciou, no acumulado do ano, foi de aquecimento dos preços pagos nas principais commodities. O café, principal produto da pauta de exportações do agronegócio, representou 43,4% do valor total exportado pelo agronegócio mineiro no período. For
E aí, gostou da matéria? A Agroales News tem em sua missão trazer boas informações aos seus leitores. Sinta-se livre para curtir, comentar e compartilhar nas redes sociais! Contribua com PIX! Chave PIX AGROALES: 999e11f7-141b-460e-a5fe-27a2673c20b3