Postagens

Mostrando postagens com o rótulo trigo

Governo aprova plano de R$ 2.9 milhões para expandir produção de trigo no Cerrado

Imagem
  Num momento em que se discute segurança alimentar após a guerra da Ucrânia reduzir a oferta mundial de trigo, a Embrapa conseguiu que o Ministério da Agricultura aprovasse seu plano de expansão da produção de trigo no Cerrado brasileiro. Os recursos previstos de R$ 2.9 milhões deverão fomentar ações nesse sentido nos próximos 36 meses. O plano tem por objetivo aumentar a área de cultivo em 40% até 2025, de 252.000 hectares em 2021, para 353.000 hectares; capacitar 70 assistentes técnicos; produzir 1.760 toneladas de sementes no período; e apoiar 22 dias de campo, 36 unidades demonstrativas, 22 lavouras expositivas e 143 visitas técnicas, além de fóruns e reuniões de pesquisas. Segundo informações da Embrapa, as ações de pesquisa e transferência de tecnologia atingirão os estados de São Paulo, Goiás, Minas Gerais, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Bahia, além do Distrito Federal. Chamado de Termo de Execução Descentralizada – ou TED do Trigo Tropical, o plano foi constru

Defesa das plantas de trigo e controle do fungo que causa podridão das raízes estão relacionados com recrutamento de grupos bacterianos específicos na rizosfera

Imagem
  A dinâmica da comunidade bacteriana na rizosfera de genótipos de trigo, resistentes e suscetíveis ao fungo que causa a podridão das raízes ( Bipolaris sorokiniana ), foi avaliada ao longo de ciclos sucessivos de cultivo para identificar grupos bacterianos associados à supressão da doença em uma tese de doutorado. Conforme a doutoranda Mírian Rabelo de Faria, da Faculdade de Ciências Agronômicas da Unesp de Botucatu, orientada pelos pesquisadores da Embrapa Meio Ambiente Wagner Bettiol e Rodrigo Mendes, foram avaliados 14 genótipos de trigo em monocultivo quanto à resistência ao patógeno.  No trabalho, que contou com a participação de Lilian Abreu Soares Costa, bolsista de pós-doutorado pela Fapesp, foi observada uma redução da severidade da doença (53%) nas plantas do genótipo Frontana (resistente) cultivadas em solo enriquecido com a rizosfera do genótipo Guamirim (suscetível), indicando uma possível indução de supressividade neste solo promovida pelo genótipo susce

Trigo: começa a movimentação para a safra de inverno

Imagem
  A safra de soja ainda nem acabou e os produtores começam a movimentação na procura por sementes para os cultivos de inverno. O trigo deve continuar sendo a opção mais atrativa após alcançar a maior produção dos últimos 20 anos. Na última safra, a área de trigo cresceu 14,8% no Brasil com relação ao ano anterior, com uma produtividade 5,4% maior, resultando no maior volume de produção desde o ano 2000 (veja no gráfico da Conab) . O preço também favoreceu a triticultura com crescimento constante ao longo de 2020, fechando o ano próximo a R$ 70,00 a saca de 60kg. De acordo com a Apassul (Associação dos Produtores de Sementes e Mudas do RS), hoje já são mais de 89 mil hectares aprovados para a produção de sementes de trigo no Rio Grande do Sul (dados do SIGEF - Sistema de Gestão da Fiscalização do MAPA), um aumento de 18% em comparação à safra anterior. “Estes números demonstram o sentimento do produtor de sementes para incrementar o trigo no portfólio. Mesmo que nem to

Trigo no Paraná é tema de dia de campo digital

Imagem
  A Embrapa Soja, a Fundação Meridional e o IDR-Paraná promovem o tradicional dia de campo de trigo, em formato digital, no dia 02 de setembro, das 10h às 11h15, onde serão apresentadas a coleção de cultivares de trigo das instituições. O coordenador do dia de campo, André Prando, da Embrapa Soja, explica que as quatro cultivares a serem apresentadas foram desenvolvidas para a região Centro Sul do Brasil (SC, PR SP e MS), são cultivares de elevado potencial produtivo e com boas características agronômicas: boa sanidade, estabilidade produtiva e qualidade de grão para atender a indústria. “Também será apresentada uma cultivar de triticale que é uma excelente opção para produção de farinha para produção de biscoitos, sendo também um importante para alimentação animal”, destaca Prando. A programação contempla ainda uma palestra sobre a Importância do trigo para o sistema de produção de grãos, que será ministrada pelo pesquisador Henrique Debiasi, da Embrapa Soja. A diversi

EPAMIG avalia onze novas cultivares de trigo para o Sul de Minas

Imagem
Foto: Rogério Condé   Minas Gerais possui condições favoráveis para o plantio de trigo. Porém, a atividade ainda precisa crescer para suprir o próprio consumo interno do estado. Há duas décadas, Minas produzia cerca de 20 mil toneladas de trigo por ano, o que correspondia a apenas 2% da demanda. Com o tempo, o plantio de trigo no estado cresceu. Segundo dados da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), a área plantada na safra 2019 foi de 88,3 mil hectares, número 5% maior que na safra de 2018, com um total de 208,3 mil toneladas de trigo produzidas. Minas Gerais ocupa hoje o terceiro lugar na produção de trigo no país, atrás do Paraná e do Rio Grande do Sul. Segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), a produção no estado foi registrada em pelo menos 77 municípios. Mesmo com os números crescentes, o estado ainda precisa importar trigo para abastecer o mercado interno, uma vez que a demanda dos mineiros é de quase um milhão de tonel

Minas avalia novas cultivares de trigo

Imagem
Estudo tem como meta ampliar a produção do grão e dar mais qualidade à farinha Minas Gerais ocupa o terceiro lugar na produção de trigo no país, atrás do Paraná e do Rio Grande do Sul, mas o volume ainda é insuficiente para suprir a demanda do estado pelo produto, calculada em quase um milhão de toneladas por ano. Para ampliar a produção e a qualidade dos grãos, a Empresa de Pesquisa Agropecuária de Minas Gerais (Epamig) , em parceria com a Embrapa, vem realizando pesquisas de manejo e melhoramento genético. Um dos focos é o município de Patos de Minas, na região do Alto Paranaíba. As ações envolvem ainda o incentivo ao plantio de trigo na entressafra e na rotação de culturas em todo o estado, além de projeto da Epamig para diversificar as cultivares de trigos plantadas nas regiões Sul e Campo das Vertentes. O objetivo das pesquisas é apresentar aos agricultores opções de trigo mais produtivos, com mais sanidade e com qualidade de farinha igual ou superior as já plantadas

Cultivo do trigo beneficia sistemas de produção agrícola do Brasil Central

Imagem
A valorização do trigo na última safra e as vantagens oferecidas pela cultura nos sistemas de produção no Cerrado da região central do País têm despertado o interesse de produtores da região, sobretudo os que rotacionam culturas sob irrigação. Com o aperfeiçoamento do manejo, produtores têm conseguido explorar o potencial de cultivares como as desenvolvidas pela Embrapa, obtendo produtividades médias superiores a 100 sc/ha. Esse foi o cenário de fundo do Dia de Campo Trigo Irrigado, realizado no dia 18 de setembro pela Cooperativa Agropecuária da Região do Distrito Federal (COOPA-DF) e pela Embrapa na propriedade de Jolmir Cenci, no PAD-DF, Distrito Federal. O evento reuniu 250 pessoas, entre produtores da região e técnicos. Responsável técnico da COOPA-DF, Claudio Malinski disse que a cooperativa precisa incentivar o cultivo do trigo na região não apenas para obter matéria-prima de qualidade para o moinho, mas também para que o produtor rural tenha os benefícios que a cultura tr

Lavoura protegida e rentável

Imagem
A chegada da primavera na Região Sul é sempre um desafio para os cultivos de inverno, que enfrentam o clima quente e úmido favorável a incidência de doenças nas lavouras. Equilibrar os custos dos tratamentos fitossanitários com a rentabilidade da lavoura foi tema das discussões no 6º módulo da capacitação Embrapa e OCB na cadeia produtiva de cereais de inverno. Os gastos com defensivos podem representar 16% do investimento na lavoura de inverno. As doenças causadas por fungos, bactérias e vírus limitam a produtividade e aumentam os custos de produção. A infecção por estes agentes pode ocorrer em diferentes fases de desenvolvimento da planta, mas o impacto maior está nas doenças de espiga, fase de desenvolvimento da cultura onde doenças como a giberela e a brusone ainda desafiam o setor produtivo. Para minimizar os impactos, a pesquisa trabalha no manejo integrado das doenças, focando na correta identificação, avaliação das condições que favorecem o seu desenvolvimento e difusão de

Doenças no trigo mobilizam pesquisadores no Brasil Central

Imagem
A ocorrência de doenças nas lavouras de trigo no Brasil Central resultou numa força-tarefa das instituições de pesquisa para fazer o adequado diagnóstico dos problemas na região. No período de 6 a 10 de maio, pesquisadores da Embrapa Trigo, Epamig e Embrapa Cerrados coletaram amostras em 18 lavouras nos estados de MG, GO e DF, além da avaliação de plantas em parcelas experimentais de pesquisa com trigo. Os resultados do trabalho foram divulgados na nota técnica “Brusone em lavouras de trigo no Brasil Central – safra 2019” , publicado no site da Embrapa Trigo. A umidade em dias consecutivos de chuva durante o desenvolvimento do trigo na região do Brasil Central favoreceu a ocorrência do complexo de manchas foliares nas lavouras, limitando também o controle com fungicidas. De acordo com o pesquisador da Embrapa Trigo, João Leodato Nunes Maciel, a região sempre exigiu maior atenção com a brusone, doença que encontra no Brasil Central um ambiente extremamente favorável à presença do fu

TRIGO: Preços da farinha e do farelo caminham em direções opostas

Imagem
De acordo com pesquisas do Cepea, a demanda por farinha esteve um pouco maior, registrando, assim, ligeiro aumento nos preços. No entanto, a maior moagem acabou pressionando os valores em alguns casos. Quanto ao farelo de trigo, houve leve desvalorização, reflexo da maior moagem e do menor consumo neste momento. Quanto ao grão, de 7 a 14 de dezembro, nas regiões acompanhadas pelo Cepea, o mercado de balcão (preço pago ao produtor) registrou elevação no Paraná e no Rio Grande do Sul e o de lotes (negociações entre empresas) teve alta no Rio Grande do Sul, Paraná e em São Paulo.  Fonte: Cepea

TRIGO: Apesar de maior produção, produtividade pode recuar

Imagem
Na atual temporada, apesar de estimativas apontarem maior produção de trigo no Brasil, a produtividade deve recuar, devido ao clima desfavorável, segundo pesquisadores do Cepea. A qualidade do cereal está comprometida nas lavouras brasileiras, especialmente nas paranaenses. Esse cenário pode dificultar a comercialização do grão, visto que o interesse de compra da indústria por esse trigo de menor qualidade pode diminuir. Quanto às cotações dos derivados, oscilaram nos últimos dias. Para os farelos, a movimentação distinta dos preços refletiu as comercializações pontuais do ensacado, enquanto para o a granel, houve estabilidade.  Fonte: Cepea

Novas tecnologias para controle da mancha amarela em trigo

Imagem
A mancha amarela é uma das principais doenças do trigo na Região Sul do Brasil, favorecida pelo plantio direto que garante alimento para o fungo entre os cultivos. Na última década, ela tem aparecido com maior frequência também nos cultivos da Europa e Canadá. O cenário de mudanças climáticas deixa em alerta importantes centro de pesquisa do mundo para o aumento na incidência de doenças no trigo, com a formação de parcerias na avaliação de novas tecnologias para controle de doenças emergentes no cereal mais plantado no mundo. Em busca de um melhor controle da mancha amarela em trigo, a Embrapa e a Universidade de Aberystwyth (Reino Unido) criaram uma rede de colaboradores, com a participação da Universidade de Curtin (Austrália), Universidade de La Plata (Argentina) e a Epamig (Minas Gerais, Brasil). O projeto vai estudar a doença visando o desenvolvimento de ferramentas de identificação e detecção precoce da doença. Serão utilizadas tecnologias de fenotipagem rá

Pesquisadores mobilizados para conter avanço da brusone do trigo no mundo

Imagem
Projeto internacional coordenado pela Universidade do Estado do Kansas será apresentado na 12ª Reunião da Comissão Brasileira de Pesquisa de Trigo e Triticale A brusone é uma das principais doenças de impacto econômico no trigo. O  agente causal é o fungo da Magnaporthe oryzae que, quando ataca a ráquis da espiga, resulta em grãos deformados e com baixo peso específico, o que implica em redução no rendimento das culturas.  Até pouco tempo, os relatos de ocorrência da brusone no trigo estavam restritos a eventuais epidemias em áreas tropicais bem definidas no Brasil, Bolívia e Paraguai. Entretanto, em 2016 a doença foi registrada em lavouras de trigo em Bangladesh , no Sul da Ásia, continente com o maior consumo mundial de cereais, chamando a atenção da ameaça global que a brusone representa. Vale lembrar que a maioria das variedade de trigo em cultivo no mundo são suscetíveis à brusone, e os fungicidas disponíveis são ineficientes quando a intensidade da doença

Cultivares de Inverno: como escolher?

Imagem
Atualmente, a região fria do Brasil conta com dezenas de cultivares de cereais de inverno produtoras de grãos. A indicação comercial para cultivos no Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Paraná apresenta diversas opções de trigo, cevada, aveia, triticale e centeio. Conforme orienta o pesquisador Eduardo Caierão, “é preciso especial atenção à escolha da cultivar, já que ela vai definir o manejo da lavoura e o tamanho do investimento”. Para identificar a melhor opção, o produtor deve conhecer o potencial produtivo da região, as cultivares mais adaptadas, o histórico da propriedade e do clima. No caso do trigo, o Caierão explica que a escolha da cultivar deve considerar uma série de fatores como: liquidez - que está relacionada à qualidade demandada pela indústria e oportunidades de segregação; tolerância a doenças, germinação na espiga ou acamamento considerando as previsões climáticas e a rotação de culturas da área; e potencial de rendimento associado ao custo de investimento mínimo

Produzir trigo no Brasil, mais que uma opção, uma necessidade

Imagem
A população brasileira se aproxima dos 220 milhões de pessoas. A produção de grãos deste ano, segundo estimativa da Companhia Nacional de Alimentos - CONAB, será de 232,6 milhões de toneladas, o que significa mais de uma tonelada per capita. Quando se analisa o cenário global, estamos bem, embora ainda tenhamos potencial para crescimento, especialmente em produtividade. No entanto, em alguns produtos básicos para alimentação da população temos problemas, como é o caso do trigo. O Brasil consome anualmente algo em torno de 10 milhões de toneladas de trigo. Nas duas últimas safras foram produzidas menos de 5 milhões de toneladas. Somos um grande importador de trigo. Esta grande dependência da produção de outros países, especialmente do Mercosul, em tempos de economia globalizada deixa o Brasil numa situação de grande vulnerabilidade. Neste momento, a cotação do trigo está em alta, já ultrapassa a barreira dos U$ 200.00 por tonelada. Por estarmos passando por um momento de elevação do
E aí, gostou da matéria? A Agroales News tem em sua missão trazer boas informações aos seus leitores. Sinta-se livre para curtir, comentar e compartilhar nas redes sociais! Contribua com PIX! Chave PIX AGROALES: 999e11f7-141b-460e-a5fe-27a2673c20b3