Postagens

Mostrando postagens com o rótulo peste suína africana

Mapa lança material didático para reforçar ação contra a peste suína africana

Imagem
  A peste suína africana é uma doença contagiosa que devastou rebanhos na China, em outros países asiáticos e na União Europeia. Não tem cura nem tratamento e, quando diagnosticada, exige o sacrifício de todos os animais contaminados. A chamada PSA ainda não chegou ao Brasil nessa onda mais recente, mas casos foram confirmados no ano passado na República Dominicana e no Haiti. Para proteger o rebanho suíno nacional, o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) implementou medidas rigorosas de controle nas fronteiras, incluindo a fiscalização em aeroportos internacionais. Agora, acaba de publicar um material de caráter preventivo: o livro “Diálogos para a prevenção da peste suína africana” foi organizado pela Comissão de Educação Sanitária (CES), vinculada à Superintendência Federal de Agricultura de São Paulo (SFA-SP), a representação do ministério no estado. O conjunto de material didático inclui cartazes, mensagens de voz, infográficos, mensagens de tex

IMA cria cartilha com alerta aos suinocultores sobre peste suína clássica e africana

Imagem
O Instituto Mineiro de Agropecuária (IMA) elaborou e disponibilizou em www.ima.mg.gov.br cartilha alertando os suinocultores mineiros sobre as formas de transmissão e medidas preventivas para a peste suína clássica (PSC) e peste suína africana (PSA) nos rebanhos de suínos do estado. A consulta à publicação é gratuita. A cartilha com orientações aos produtores sobre PSC se deve à confirmação em 6/10/2018 do foco da doença no município de Forquilha, no Ceará, o que colocou em alerta os estados da área livre de peste suína clássica, principalmente Minas Gerais que já possui o status de área livre de PSC obtido junto à Organização Mundial de Saúde Animal (OIE) . Quanto à Peste Suína Africana, diversos países do Leste Europeu e continente africado, e também China e Rússia já registraram focos da doença. O Ministério da Agricultura está adotando todos os cuidados para evitar a chegada deste vírus ao Brasil. Minas Gerais realiza vigilância permanente, como a força-tarefa em lixões e aterr

Mapa amplia medidas para barrar eventual ingresso da peste suína africana

Imagem
O Departamento de Saúde Animal do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) está ampliando as medidas de vigilância sanitária que visam evitar o ingresso do vírus da Peste Suína Africana (PSA) no Brasil. O diretor interino do DSA, Ronaldo Teixeira, alerta que “as ações de vigilância e o envolvimento por parte da sociedade brasileira (empresas, técnicos, produtores, passageiros e órgãos públicos) são fundamentais para manter a suinocultura do Brasil livre da doença que tem se alastrado em várias partes do mundo. Já atingiu o Leste da Europa, Ásia, África e Rússia. No Japão, em agosto, foi registrado foco, inclusive, da forma clássica da doença. No Brasil, a PSA foi erradicada em 5 de dezembro de 1984 e o país foi declarado área livre da doença. Todos os setores do Ministério ligados à defesa agropecuária, junto com os órgãos estaduais de sanidade agropecuária e instituições públicas e privadas que atuam na produção, industrialização e comércio de
E aí, gostou da matéria? A Agroales News tem em sua missão trazer boas informações aos seus leitores. Sinta-se livre para curtir, comentar e compartilhar nas redes sociais! Contribua com PIX! Chave PIX AGROALES: 999e11f7-141b-460e-a5fe-27a2673c20b3