Postagens

Mostrando postagens com o rótulo bovino

Abate de suínos e frangos cresceu no quarto trimestre de 2020

Imagem
Foto: Wenderson Araújo/Trilux   Os primeiros resultados da produção animal no quarto trimestre de 2020 mostram que o abate de bovinos caiu 10,3%, o de suínos aumentou 1,6% e o de frangos teve alta de 5,5% em relação ao mesmo trimestre de 2019. Os dados são da Estatística da Produção Pecuária: Primeiros Resultados, divulgada hoje (11) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Na comparação com o terceiro trimestre de 2020, o abate de bovinos e suínos caiu 5,8% e 4,7%, respectivamente, e o de frangos cresceu 2,5%. Abate de bovinos No quarto trimestre de 2020, foram abatidas 7,25 milhões de cabeças de bovinos, 10,3% a menos em comparação ao mesmo período de 2019 e uma redução de 5,8% em relação ao terceiro trimestre de 2020. A produção de 1,96 milhão de toneladas de carcaças bovinas mostra queda de 6,5% em relação ao quarto trimestre de 2019 e diminuição de 4,6% em relação ao terceiro trimestre de 2020. Abate de suínos e de frangos Já o abate de

Volume exportado de carne bovina in natura é recorde para agosto

Imagem
  Além de soja, especialmente em grão, também o segmento de celulose vem se destacando nos resultados do acumulado no ano A quantidade de carne bovina in natura comercializada no exterior apresentou recorde mensal no resultado de agosto, com 144,42 mil toneladas negociadas, aumento de 17,6%, e de 13,5% de crescimento em valor (US$ 590 milhões). A alta foi registrada apesar da queda do preço médio (- 3,5%) no período, conforme o Boletim da Balança Comercial do Agronegócio divulgado pela Secretaria de Relações Internacionais do Agronegócio (SRI) do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) nesta sexta-feira (14). Os principais destinos foram a China, com 33,3 mil toneladas (+23%), e Hong Kong, com 26,6 mil toneladas (+18%) da carne bovina in natura. As exportações do agronegócio, entre janeiro e agosto, foram de US$ 68,52 bilhões (+4,7%). Essa elevação ocorreu em função, principalmente, do aumento do volume exportado, que subiu 3,8% no período analisado. As importaç

Método simples de avaliação corporal ajuda a aumentar a taxa de prenhez em 17%

Imagem
Pesquisas realizadas pela Embrapa em Rondônia demonstraram que animais com condição nutricional adequada avaliados com a tecnologia Vetscore chegam a obter uma taxa de prenhez 17% maior quando comparada com a taxa média nacional por inseminação artificial por tempo fixo (IATF) que está em 51%. A obtida em vacas selecionadas pelo dispositivo é de 61%. Lançado em 2014, o Vetscore é uma ferramenta simples formada por duas réguas articuladas que, ao serem posicionadas sobre a garupa do animal, indicam sua condição corporal. Isso permite identificar com mais precisão animais que necessitam de suplementação. Como resultado, aqueles em condições corporais inferiores são manejados adequadamente aumentando produção de leite e taxas de penhez. O trabalho foi conduzido durante quatro anos, em seis fazendas no Estado de Rondônia, com 1.200 vacas da raça Nelore que participaram de programas de IATF. Vacas de leite girolando também foram avaliadas por meio dessa tecnologia durante um ano e as

Brasil desenvolve seu primeiro sistema de avaliação genômica para bovinos leiteiros

Imagem
Foi anunciado na terça-feira (08/05) o primeiro produto brasileiro de avaliação genômica para rebanhos leiteiros, cujo objetivo é selecionar animais geneticamente superiores. O serviço leva o nome de Clarifide Girolando e é voltado para essa raça bovina, resultante do cruzamento entre Gir Leiteiro X Holandês, e que é de grande importância para a pecuária leiteira nacional. A solução é fruto de parceria público-privada que envolveu a Embrapa , a Associação Brasileira dos Criadores de Girolando e as empresas CRV Lagoa e Zoetis . Segundo o pesquisador da Embrapa Gado de Leite Marcos Vinícius Barbosa da Silva, o Clarifide é resultado de seis anos de pesquisas em genômica, genética molecular e bioinformática. “Reunimos o que há de mais avançado nos conhecimentos de genoma e sistemas computacionais para avaliar as informações provenientes de um chip com centenas de milhares de dados relacionados ao DNA bovino”, conta o cientista. A solução já está disponível no mercad

No dia mundial de luta contra a tuberculose, IMA alerta produtores para a importância do controle do doença nos bovinos

Imagem
As nações comemoram amanhã, 24, o Dia Mundial de Luta contra a Tuberculose, data criada em 1982 pela Organização Mundial de Saúde (OMS) com o objetivo de alertar a sociedade para a importância da prevenção e combate à doença. A tuberculose é uma doença que também acomete bovinos por meio da contaminação pelo agente Mycobacterium bovis. Com o segundo maior rebanho de bovinos do Brasil, somando cerca de 23,9 milhões de animais, Minas Gerais desenvolve, por meio do Instituto Mineiro de Agropecuária (IMA) , o Programa de Controle e Erradicação da Tuberculose (PNCEBT) em bovinos e bubalinos, com ações que visam evitar a proliferação da doença nesses animais, para a qual não há tratamento e que exige o abate sanitário dos mesmos. Em parceria com o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) o Instituto realizou estudo epidemiológico para identificar o status de tuberculose bovina em Minas. Foram feitos exames em 31.832 bovinos de 2.182 propriedades rurais em todo o estado, rev

Mapa cria Banco de Dados de Identificação Animal

Imagem
Código será visualizado em elemento externo (brinco) ou pela leitura eletrônica de dispositivo implantado (chip) O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) publicou nesta sexta-feira (26) a Instrução Normativa nº 05 que cria o Banco Central de Dados de Identificação Animal para todas as espécies. Os dados (numerária) serão padronizados conforme as normas internacionais (ISO - Organização Internacional para Padronização). Cada código de identificação de animais será formado pelo número 076 (código ISO Brasil), seguido por uma sequência exclusiva de doze dígitos numéricos. Com isso, quando um bovino, por exemplo, for exportado e estiver no novo sistema, o código 076 será visualizado em elemento externo (brinco) ou pela leitura eletrônica de dispositivo implantado (chip). O dispositivo de radiofrequência pode ser “lido” em qualquer país do mundo, não havendo necessidade de reidentificação em outros sistemas existentes. O banco fará parte do módulo rastreabilidade da Pla

Nova dose da vacina contra aftosa deverá ser aplicada no segundo semestre

Imagem
Secretário de Defesa Agropecuária do Mapa explica que é necessária uma fase de transição e adverte sobre a importância do manejo no momento da aplicação A aplicação da vacina contra aftosa em dose reduzida de 2 mililitros, prevista na Instrução Normativa nº 11 do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, deverá valer neste ano, mas a partir da segunda fase de aplicação, que sempre acontece no segundo semestre, explicou nesta quarta-feira (24) o secretário de Defesa Agropecuária, Luis Rangel. “É importante ressaltar que o pecuarista não procure, agora, em maio, as vacinas com a nova formulação”, alertou. Um dos principais objetivos na mudança da vacina será a injeção de menor volume de óleo mineral, com consequente redução de reações alérgicas nos animais. “Trabalhamos muitos anos com a dose de 5mls. A transição precisa ser feita de maneira adequada com todas as vigilâncias necessárias por parte do Ministério da Agricultura para que, com a redução da dose, se mantenham as me

Tecnologia coreana inovadora chega ao Brasil para auxiliar na expansão da bovinocultura

Imagem
O controle reprodutivo e sanitário dos rebanhos brasileiros passa a contar com uma nova e avançada tecnologia originária da Coreia do Sul. Sensores inseridos em bio-cápsulas são a tendência do mercado global que chega ao Brasil. A fazenda Santa Rita, localizada no interior de Erval Velho, no meio oeste catarinense, foi a segunda propriedade a ter essa tecnologia no País. Vinte bovinos de corte da raça Red Angus receberam a bio-cápsula e serão permanentemente monitorados tanto pelo produtor quanto pela empresa Live Care, que desenvolveu a tecnologia. O proprietário da fazenda e presidente da Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de Santa Catarina (FAESC) José Zeferino Pedrozo considera que os avanços tecnológicos são excelentes suportes para o desenvolvimento da bovinocultura, assim como de outras cadeias produtivas.    As bio-cápsulas são inseridas por via oral no estômago dos ruminantes e capturam dados de temperatura do corpo, ciclos diários de líquido. “Esses dados são envia

Quando fazer casqueamento em bovinos?

Imagem
O casqueamento em bovinos tem como principal objetivo prevenir doenças dos cascos em animais adultos “O casqueamento em bovinos tem como principal objetivo prevenir doenças nos cascos em animais adultos estabulados ou mantidos em piquetes. Ele torna possível corrigir imperfeições nos aprumos, além de amenizar problemas em membros com pequenos defeitos”, afirma Marcos Tellini, professor do Curso a Distância CPT Casqueamento e Correção de Aprumos em Bovinos , em Livro+DVD e Online, da Área Gado de Corte . As lesões podais não corrigidas afetam o desempenho do bovino Quando o bovino apresenta lesões podais, que não são corrigidas, isso impacta diretamente no bem-estar animal e no seu desempenho para produção de leite ou carne. Como o bovino não consegue se locomover, a ingestão de alimentos é reduzida significativamente. Os problemas no casco também podem se manifestar no comportamento do animal, como no cio – ou ainda nos índices reprodutivos. As lesões mais frequentes são dermatite inte

Estudantes desenvolvem chip para facilitar a identificação do cio bovino

Imagem
O projeto tem por objetivo desenvolver chip intracutâneo para monitorar animais e facilitar o melhoramento genético Por Naiara Araújo As dificuldades enfrentadas no dia a dia das fazendas serviram de inspiração para alunos do curso superior de tecnologia em Agronegócio da Universidade do Oeste Paulista (Unoeste). A dupla José Aparecido dos Santos e Hualacy Guilherme Odilon do Nascimento desenvolveu um chip e um leitor de informações para ajudar no manejo dos rebanhos e na identificação do cio bovino. O projeto piloto tem a função de ajudar na identificação do sexo dos animais, indica as épocas do cio bovino e de monta, facilita o melhoramento genético, além de guardar informações sobre a origem e o nascimento dos bezerros. De acordo com Santos, os dados obtidos pelo chip são processados por um software gratuito e visualizados em um aplicativo que pode ser usado em celular, tablet ou notebook. “O dinamismo para a obtenção dessas informações são importantes e podem contribuir com os prot
E aí, gostou da matéria? A Agroales News tem em sua missão trazer boas informações aos seus leitores. Sinta-se livre para curtir, comentar e compartilhar nas redes sociais! Contribua com PIX! Chave PIX AGROALES: 999e11f7-141b-460e-a5fe-27a2673c20b3