Postagens

Mostrando postagens com o rótulo ovos

Bem-estar animal na produção de ovos é tema de Curso em Pernambuco

Imagem
Avicultores, profissionais, alunos de graduação e pós-graduação estão convidados a participar de uma atualização e socialização de conhecimentos sobre bem-estar animal na produção de ovos no dia 1º de agosto em São Bento do Una-PE. Durante uma tarde, vão ser discutidos os avanços técnicos e as práticas de bem-estar animal aplicadas na avicultura de postura no país, unindo no discurso a visão do Governo, das empresas e dos produtores. Ao mesmo tempo, será proporcionada aos produtores de ovos uma atualização do tema na cadeia produtiva. O evento, promovido pela Embrapa e Nupea-Esalq/USP, é paralelo a IV Feira da Avicultura do Nordeste e Festa da Galinha e acontece no auditório da Escola Técnica Estadual Governador Eduardo Campos, no Parque de Exposições do município. Outras informações pelos telefones 49 3441-0400, 81 98205-7231 ou 81 3735-4904 ou pelo e-mail [email protected] Programação:  1 de agosto 13h30 às 14h: Credenciamento 14h às 14h30: Visão do MAPA sobre o Bem-Es

Bem-estar animal na produção de ovos é tema de treinamento no ES

Imagem
Avicultores, profissionais e estudantes de graduação e pós-graduação estão convidados a participar da atualização e treinamento em bem-estar animal na produção de ovos que acontece no dia 6 de junho em Venda Nova do Imigrante-ES. Durante o treinamento vão ser discutidos os avanços técnicos e as práticas de bem-estar animal aplicadas à avicultura de postura no país, unindo no discurso a visão do Governo, das empresas e dos produtores. Ao mesmo tempo, será proporcionada aos produtores de ovos uma atualização do tema na cadeia produtiva. O evento acontece no Centro de Eventos Padre Cleto Caliman (Polentão), durante a 5ª Favesu, Feira de Avicultura e Suinocultura Capixaba. A organização é dos pesquisadores da Embrapa Helenice Mazzuco e Paulo Abreu, do professor Iran José Oliveira da Silva, da Nupea - Esalq/USP, e de Carolina Covre, médica veterinária da AVES (Associação dos Avicultores do Espírito Santo). Informações pelos telefones 49 3441-0400 (Embrapa) ou 27 32

OVOS: Preços iniciam 2019 em queda

Imagem
Os preços dos ovos iniciaram 2019 em queda, devido à maior oferta do produto, típica de início de ano e também decorrente do crescimento da produção, e à menor demanda nesta época, por causa das férias escolares. Segundo colaboradores do Cepea, com o maior volume disponível, produtores estão concedendo descontos para a efetivação dos negócios. Assim, os preços praticados na parcial de janeiro estão aquém dos observados em dezembro/18 e em janeiro/18. Neste mês (até o dia 10), o ovo branco, tipo extra, foi negociado, em média, a R$ 46,65 por caixa de 30 dúzias a retirar em Bastos (SP), desvalorização de expressivos 28% frente a dezembro/18 e de 26% em relação ao mesmo período do ano passado, em termos nominais. Na mesma região, para o produto vermelho, tipo extra, o recuo foi um pouco menos intenso, mas também significativo, com queda de 22% frente a dezembro/18 e negócios a R$ 57,15/cx.  Fonte: Cepea

OVOS: Liquidez continua baixa; preços recuam

Imagem
O ritmo de negociações de ovos segue lento neste final de mês, segundo pesquisadores do Cepea. Agentes relatam maiores dificuldades nas vendas dos ovos menores, que estão sendo comercializados com descontos para evitar o aumento dos estoques. A maior disponibilidade de ovos menores é reflexo dos descartes das poedeiras mais velhas, que se intensificaram nos últimos meses. Em Bastos, a caixa com 30 dúzias do ovo branco tipo extra foi negociada a R$ 57,55, em média, nessa quinta-feira, 25, queda de 0,8% frente à média da quinta anterior, 18. O produto vermelho, por sua vez, teve preço médio de R$ 62,05/cx nesta quinta, desvalorização de 1,8% no mesmo comparativo.  Fonte: Cepea

OVOS: Preços iniciam segunda quinzena em forte queda

Imagem
As cotações dos ovos continuam recuando, ainda pressionadas pela demanda enfraquecida e pelo aumento da oferta, principalmente do branco tipo extra. De acordo com colaboradores do Cepea, além dos descartes de poedeiras, esse cenário também tem levado muitos produtores a trabalhar abaixo da capacidade produtiva, com o objetivo de reduzir a sobreoferta de ovos no mercado – a apreensão do setor é de que a típica retração da procura em final de mês reforce ainda mais a pressão sobre as cotações da proteína. Na parcial de outubro (até o dia 18) o preço médio do ovo branco tipo extra colocado na Grande São Paulo registra queda de 7% em relação ao do mês anterior, com a caixa de 30 dúzias negociada na média de R$ 66,55. Para retirada em Bastos (SP), o valor do produto caiu 7% na mesma comparação, para R$ 61,43/cx.  Fonte: Cepea

OVOS/CEPEA: Preço reage nesta segunda quinzena

Imagem
As cotações dos ovos estão em alta neste início de segunda quinzena de janeiro, influenciadas pela maior demanda, especialmente externa – segundo agentes consultados pelo Cepea, as exportações teriam se aquecido nas últimas semanas. Entre 11 e 18 de janeiro, o preço da caixa de 30 dúzias do ovo tipo extra, branco, a retirar em Bastos (SP), registrou alta de 6,92%, fechando a R$ 63,67 nessa quinta-feira, 18. Quanto ao ovo tipo extra vermelho, a retirar em Bastos, o aumento foi de 7,2%, a R$ 73,06/cx no dia 18. Apesar das altas recentes, a média parcial deste mês ainda está abaixo da do mesmo período de 2017. Considerando-se a média das regiões acompanhadas pelo Cepea, na parcial de janeiro (até o dia 18), o preço médio do ovo tipo, extra, branco está cerca de 12,5% menor neste ano frente ao mesmo período de 2017. Para o ovo tipo extra, vermelho, a queda é de 7% na mesma comparação. Fonte: Cepea

OVOS/CEPEA: Fraca procura e férias escolares pressionam valores

Imagem
Os preços dos ovos iniciaram 2018 em queda em todas as regiões pesquisadas pelo Cepea. Esse cenário se deve à típica demanda enfraquecida em começo de ano, reforçada pelas férias escolares. Além disso, a disponibilidade elevada do produto tem dificultado as negociações, permitindo lacunas muito amplas entre os preços ofertados em função de descontos. Na parcial deste mês (até o dia 11), o ovo tipo extra, branco, foi negociado, em média, a R$ 78,05 por caixa de 30 dúzias colocada na Grande São Paulo, desvalorização de 11,9% frente a dezembro/17. Para o ovo tipo extra, vermelho, o recuo foi de 9,2% na mesma região, com a média dos negócios a R$ 75,3/cx. Fonte: Cepea

OVOS/CEPEA: Após recuar em 2017, exportação pode se recuperar em 2018

Imagem
Depois de registrar fraco ritmo no ano passado, as exportações de ovos podem se recuperar em 2018, devido à recente abertura de novos mercados internacionais. No final de 2017, a África do Sul liberou as importações de ovos in natura e processados provenientes do Brasil. No longo prazo, o aumento do número de países importadores e o maior volume produzido podem contribuir para elevar a inserção do Brasil no mercado internacional. No mercado doméstico, espera-se que a modesta recuperação econômica do País, prevista pelo Banco Central do Brasil (BC), contribua para estimular a demanda por ovos, seja por parte da indústria de alimentos ou pelo consumo in natura. Por outro lado, o crescimento da economia e a redução da inflação podem favorecer o aumento do poder aquisitivo do brasileiro em 2018, estimulando o consumo de proteínas mais caras, como as carnes bovina, suína e de frango. Dentro da porteira, estimativas da Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA) indicam que, em 2018, a p
E aí, gostou da matéria? A Agroales News tem em sua missão trazer boas informações aos seus leitores. Sinta-se livre para curtir, comentar e compartilhar nas redes sociais! Contribua com PIX! Chave PIX AGROALES: 999e11f7-141b-460e-a5fe-27a2673c20b3