Postagens

Mostrando postagens com o rótulo agricultura familiar

Seis produtos da agricultura familiar terão bônus de desconto do PGPAF em abril

Imagem
  O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) divulgou nesta sexta-feira (08) a relação dos produtos agrícolas com bônus de desconto em abril para agentes financeiros operadores do Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf).  A lista com os produtos e os estados contemplados pelo Programa de Garantia de Preços para Agricultura Familiar (PGPAF) tem validade para o período de 10 de abril a 9 de maio deste ano, conforme a  Portaria Nº 27 , da Secretaria de Política Agrícola. Os produtos com bônus de desconto nas operações e parcelas de crédito rural são: açaí (fruto de cultivo), banana, cacau cultivado (amêndoa), feijão caupi, juta/malva embonecada e maracujá. Os estados que integram a lista deste mês são: Acre, Alagoas, Amapá, Amazonas, Ceará, Pernambuco, Tocantins, Maranhão e Mato Grosso. O recebimento de bônus do PGPAF ocorre quando o valor de mercado de algum dos produtos do programa fica abaixo do preço de referência, permiti

Bambu é alternativa de renda na produção familiar

Imagem
  Foto: Elias Miranda É possível manejar bambus nativos e fazer da planta uma opção de renda na agricultura familiar. Com técnicas de colheita adequadas o vegetal rebrota com facilidade e pode produzir por muito tempo. É o que concluiu uma pesquisa da Embrapa realizada em comunidades rurais do Acre com o objetivo de comprovar o potencial econômico e viabilizar o aproveitamento desse recurso natural. Com moradores da Reserva Extrativista Chico Mendes , município de Assis Brasil (AC), os pesquisadores atuaram na definição de um sistema de produção para a cultura. Além de possibilitar o manejo de reservas nativas, as pesquisas realizadas pela Embrapa em parceria com a Fundação de Tecnologia do Acre ( Funtac ), Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresa ( Sebrae ) e Universidade Federal do Acre ( Ufac ) contribuíram para desmistificar o vegetal, antes considerado indesejado por sua capacidade de se espalhar rapidamente. Para demonstrar as potencialidades do bambu

Aumenta participação de mulheres na agricultura familiar

Imagem
A participação feminina na agricultura familiar vem aumentando nos últimos anos, aponta publicação divulgada nesta quinta-feira (29) pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab). Segundo o documento , atividade de mulheres chegou a 80% em comparação à masculina em 2019. A maior parte da atividade feminina está localizada na Região Sudeste (88%), seguida pelo Nordeste (84%), Centro-Oeste (80%), Norte (67%) e Sul (65%). Em relação à renda média anual, no mesmo período, a maior remuneração ocorreu no Centro Oeste, R$ 7.033,87 e a menor na Região Sul, R$ 6.619,70. A maior presença feminina no ano passado foi registrada na agricultura familiar (2.169), seguida dos assentamentos da reforma agrária (1.538), quilombolas (475), agroextrativismo (264), pesca artesanal (133), comunidades indígenas (113) e atingidos por barragens (9). Os dados fazem parte da publicação Agricultura Familiar: Programa de Aquisição d

Embrapa ministra curso para agentes de desenvolvimento do Prodeter e amplia o alcance do Programa AgroNordeste

Imagem
  A Embrapa amplia o alcance de sua atuação nos territórios envolvidos no Programa AgroNordeste por meio de capacitação a ser ministrada para uma turma de 150 técnicos do Programa de Desenvolvimento Territorial do Banco do Nordeste (Prodeter). O grupo participará da “Atualização tecnológica em caprinocultura e ovinocultura “, desenvolvido e ministrado, de forma remota, pela Embrapa Caprinos e Ovinos com o objetivo de atualizar os agentes de desenvolvimento em relação aos avanços tecnológicos mais recentes e de aumentar a sustentabilidade da produção de caprinos e ovinos no Semiárido brasileiro. As aulas iniciam-se no próximo dia 16 de novembro e se encerram em 22 de dezembro de 2020. Técnicos de assistência técnica e extensão rural que atuam no Serviço Nacional de Aprendizagem Rural em diversos estados do Nordeste já participaram das duas turmas anteriores da capacitação. “Com este novo treinamento aumentaremos nosso nível de interação com os territórios porque vamos ap

Galinhas caipiras poedeiras: a avicultura adaptada a pequenas propriedades é negócio rentável e com mercado promissor

Imagem
A produtora Maria Helena Brisotti; planos de ampliar o aviário para mil galinhas poedeiras O ovo de galinha é um alimento nutritivo, relativamente barato e que está ganhando cada vez mais espaço no nosso prato. Tanto que o Brasil alcançou, pela primeira vez, a média mundial de consumo, batendo recorde ano a ano. Segundo dados divulgados pela Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA), em 2019 foi alcançada a marca histórica de 230 ovos por habitante/ano. É quase o dobro do nosso consumo há 10 anos, destaca a médica veterinária Cheila Rúbia Leite Massiere Duarte, responsável pela Casa da Agricultura do município de Laranjal Paulista. “Em 2018, cada brasileiro consumiu, em média, 212 ovos durante o ano, 20 a mais do que em 2017. O motivo para essa crescente ascensão deve-se, em parte, às pesquisas, que derrubaram a imagem do ovo como alimento prejudicial à saúde e, somado a isso, temos o ovo como alternativa ao consumo de carne” explica Cheila. O trabalho como extensionista da Secr

Fundo Amazônia apoia produção familiar de hortaliças no Juruá

Imagem
    Contribuir para o fortalecimento da cadeia produtiva de hortaliças do Juruá. Com este objetivo, o projeto “Tecnologias sustentáveis para o fortalecimento da horticultura na Amazônia - Hortamazon”, executado pela Embrapa, no âmbito do Fundo Amazônia, atua em parceria com agricultores familiares da região, para viabilizar os cultivos e o acesso a conhecimentos tecnológicos necessários para a produção e geração de renda. Iniciado no final de 2018, o projeto contempla três propriedades rurais dos municípios de Mâncio Lima e Cruzeiro do Sul. No primeiro ano de atividades, as ações priorizaram a formalização de parcerias e a estruturação de Unidades de Observação (UD) nas propriedades contempladas. O Hortamazon apoiou a implantação fornecendo materiais e insumos e orientando a formação dos cultivos. Alguns produtores trabalham com apenas uma cultura e já estão comercializando a safra, outros optaram por uma produção diversificada, que inclui folhosas, pimenta-de-cheiro e

Depois da Região Sul, agora é a vez de Minas Gerais debater a cadeia do pinhão

Imagem
  Depois da Região Sul do Brasil, nesta terça-feira, 18/08, será a vez da região Sul de Minas Gerais debater os desafios e oportunidades para o desenvolvimento da cadeia do pinhão. O evento faz parte de uma série de webinários promovidos pelo Serviço Florestal Brasileiro que estão discutindo diversas cadeias vinculadas à sociobiodiversidade. O objetivo dos encontros é estimular a atuação dos gestores dos municípios para promoção da bioeconomia da floresta, com o foco no fomento e no desenvolvimento da cadeia do produto nos estados produtores. Na temática “pinhão”, a Embrapa Florestas é co-realizadora dos eventos, que são transmitidos pelo canal do SFB no Youtube . Confira a programação:    Katia Pichelli (MTb 3594/PR) Embrapa Florestas

Famílias descobrem aptidão para apicultura no Semiárido

Imagem
  A atividade de apicultura ainda é pouco explorada pela agricultura familiar no Semiárido, principalmente pela falta de conhecimento do importante papel das abelhas no ambiente e na geração de renda. O Projeto ‘Eólicas de Casa Nova’, iniciativa da Embrapa Semiárido e Chesf, com o apoio da prefeitura de Casa Nova (BA) e da Universidade Federal do Vale do São Francisco (Univasf), vem conseguindo mudar a ideia dos produtores situados no entorno do Parque Eólico Casa Nova quanto à criação racional de abelhas da espécie Apis mellifera.   Antes do projeto, era comum aos moradores da região destruir os ninhos de abelhas devido ao desconhecimento das técnicas de captura e criação. Para transformar essa realidade, foi realizado um trabalho de sensibilização, destacando o potencial da área (abundante em água e flora) para a produção de mel. A ação rendeu bons frutos. Foi expressiva a mudança dos participantes, que passaram a enxergar a apicultura como uma oportunidade de negóci

Aprenda a cultivar e preparar jurubeba, PANC com propriedades medicinais

Imagem
Jurubeba Solanum paniculatum. Foto: Acervo Sítio da Mata Você ja ouviu falar de jurubeba? Os frutos dessa planta de sabor amargo são utilizados na fabricação chás, bebidas alcóolicas e conservas. A jurubeba também possui inúmeros benefícios para a saúde, como ação anti-inflamatória, descongestionante, digestiva, diurética, além de agir contra a febre, proteger fígado e ser um ótimo tônico vascular. A boa notícia é que a jurubeba é encontrada em quase todo o Brasil. O alerta fica para os modos de consumo dessa planta alimentícia não convencional (PANC). Segundo o pesquisador da Empresa de Pesquisa Agropecuária de Minas Gerais (EPAMIG), Cássio Campideli, a jurubeba não deve ser utilizada por mais de uma semana sem interrupção, pois o acúmulo de alcaloides e esteroides no organismo humano pode causar intoxicação. Os sintomas geralmente são diarreia, duodenite erosiva, elevação das enzimas hepáticas, gastrite, náuseas, sintomas neurológicos e vômitos. Em bovinos, a inge

Parceria viabiliza entrega de mudas de maracujá

Imagem
  A parceria entre a Prefeitura de Dourados, por meio da Secretaria Municipal de Agricultura Familiar (Semaf), com a Embrapa Agropecuária Oeste está viabilizando a entrega de duas mil mudas de maracujá para agricultores familiares de Dourados. A Ação vai atender produtores que fazem parte do ProHorta, da Embrapa e do projeto Maracujá Agroecológico, da Prefeitura.  O maracujá é um tipo de fruta que apresenta excelentes condições de cultivo na região da Grande Dourados, pois é originário de regiões tropicais. É um fruto que além de gerar uma excelente renda extra para os agricultores, também é rico em minerais e vitaminas, principalmente A e C.  Ivo de Sá Motta, pesquisador da Embrapa Agropecuária Oeste, explica que as mudas de maracujá são de cultivares de tipo azedo, também conhecido como maracujá amarelo e explica que “esse tipo de maracujá tem seu preço mais acessível, do que o maracujá do tipo doce”. As mudas de maracujá azedo, que estão sendo distribuídas são cult

Entregas do PAA atendem mais de 4 mil pessoas no sul do Rio Grande do Sul

Imagem
  Quase 12 mil quilos de alimentos produzidos pela agricultura familiar vão atender 4.348 pessoas em situação de vulnerabilidade alimentar em municípios da região sul do Rio Grande do Sul. A entrega dos alimentos adquiridos pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) começou na semana passada, em Pelotas, mas o projeto abrange ainda os municípios de São José do Norte e Rio Grande. Esta é uma ação do Programa de Aquisição de Alimentos, na modalidade de Compra com Doação Simultânea (PAA-CDS), executado pela Conab, com recursos repassados pelo Ministério da Cidadania. Os alimentos foram produzidos por 34 famílias de agricultores de Pelotas, Arroio do Padre, Canguçu e São Lourenço do Sul, reunidos pela Cooperativa dos Apicultores e Fruticultores da Zona Sul (Cafsul). O projeto, no valor de R$ 244 mil, é desenvolvido em parceria com o Sesc, unidade de Rio Grande. Serão doados alimentos hortifruti, como abóbora, alface, batata, beterraba, brócolis, cheiro verde, couve, co

Bônus do PGPAF diminui com a volta do crescimento da economia

Imagem
  Com a retomada da economia em muitos estados, a cotação do mercado de produtos que integram o Programa de Garantia de Preços para a Agricultura Familiar (PGPAF) este mês está se recuperando. O número de itens na lista também diminuiu, mesmo com a inclusão do açaí amazonense e a borracha natural do Tocantins, assim como o percentual de garantia a que o produtor tem direito. O bônus oferecido pelo governo federal é calculado pela Companhia Nacional Abastecimento (Conab), com base no valor médio de mercado. A portaria com a lista de todos os produtos foi publicada no Diário Oficial da União, com validade a partir desta segunda-feira (10) até 9 de setembro próximo. No caso do açaí, o produtor do Amazonas vai receber 11,5% de bônus, percentual menor do que foi oferecido no mês passado a outros estados, quando chegou a 37% . O preço de garantia é de R$ 1,13 para uma cotação média de mercado de R$ 1 por quilo do fruto. O estado do Acre recebe 7,08% e o Amapá, 9,73%. Já a borr

Estudo aborda uso e manejo de plantas alimentícias do povo Puyanawa

Imagem
  Foto: Luana Fowler Agricultura diversa e resiliente O conhecimento, o uso e o manejo de plantas alimentícias do povo Puyanawa evidenciam uma agricultura diversa e resiliente, com potencial para garantir a segurança nutricional das famílias indígenas. É o que revela a pesquisa de mestrado da bióloga Luana Fowler, desenvolvida no Programa de Pós-graduação em Agricultura no Trópico Úmido, do Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (Inpa), com apoio da Embrapa Acre. O estudo correlacionou o conhecimento científico e tradicional para conhecer os sistemas de produção que constituem a agrobiodiversidade da Terra Indígena Puyanawa, localizada no município de Mâncio Lima, na região do Juruá, interior Acre. O objetivo foi descrever as formas de uso e manejo de plantas alimentícias e o quanto esses ecossistemas locais contribuem para a segurança nutricional dos moradores da Terra Indígena (TI). Foram identificadas 95 espécies alimentícias presentes na dieta do povo Puyana

Câmara aprova auxílio emergencial para agricultor familiar na pandemia

Imagem
A Câmara dos Deputados aprovou nesta segunda-feira (20) o Projeto de Lei 735/20, que prevê medidas de apoio para agricultores familiares durante o estado de calamidade pública. O texto, que segue agora para o Senado, estende o auxílio emergencial de R$ 600 aos agricultores que ainda não tenham recebido o benefício. Pelo texto aprovado, poderão ter acesso às medidas agricultores e empreendedores familiares, pescadores, extrativistas, silvicultores e aquicultores. O produtor que ainda não tiver recebido o auxílio poderá receber do governo federal o valor total de R$ 3 mil divididos em cinco parcelas de R$ 600. A mulher provedora de família terá direito a R$ 6 mil. Os requisitos do auxílio aos agricultores são semelhantes aos do auxílio emergencial. Dessa forma, o agricultor familiar não pode ter emprego formal, nem receber outro benefício previdenciário, exceto Bolsa Família ou seguro-defeso, e ter renda familiar de até meio salário mínimo (R$ 522,50) ou renda familiar t

Assentamento em Conde (BA) implanta soluções sustentáveis para o coco

Imagem
O Assentamento Dois Valles, em Conde, no Litoral Norte da Bahia, vem recebendo agentes da Embrapa Tabuleiros Costeiros (Aracaju, SE) para a implantação de uma série de soluções tecnológicas sustentáveis aplicadas à produção de coco, decididas de forma participativa com os agricultores familiares. Nos dias 25 e 26 de abril, o assentamento recebeu a oficina de instalação de uma Unidade de Aprendizagem (UA) sobre sistema consorciado de produção de coco. No dia 14 de maio, os agentes da Embrapa retornam ao local para discutir e analisar com os agricultores assentados o uso do minhocário como tecnologia sustentável para o aproveitamento de resíduos alimentares domésticos e da propriedade. Com apoio e parceria da Associação Comunitária Dois Valles e da Secretaria de Agricultura e Meio Ambiente de Conde, as atividades fazem parte do projeto de transferência de tecnologias para a cultura do coqueiro TTBrascoco. A Unidade de Aprendizagem se diferencia por ser um espaço de apropriação e compa

Publicação digital reúne marcos legais do PAA para leitura offline

Imagem
Toda a legislação referente ao Programa de Aquisição de Alimentos (PAA) agora está compilada em um único documento. O livro com a legislação do programa é o produto disponibilizado pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) e visa facilitar o acesso às regras gerais do programa nos locais onde o alcance da internet é limitado, daí a importância de manter uma publicação digital armazenada no celular para pesquisas. O livro está organizado com foco no usuário a fim de facilitar a busca das informações referentes aos marcos legais do PAA, podendo ser um instrumento de auxílio técnico para orientar na elaboração de propostas de participação das modalidades do programa. O documento também traz as leis, decretos e resoluções que estão em vigor, ou seja, aquelas que foram revogadas pelo Grupo Gestor do PAA, já foram também removidas da publicação, permanecendo apenas a sua numeração, data e ementa. Neste mesmo sentido, nos casos de leis e decretos que regem mais de um tema, permanece

A crise do leite e as perspectivas para a agricultura familiar

Imagem
As dificuldades enfrentadas pelos produtores de leite foram debatidas no Seminário Estadual do Leite, promovido pela Federação dos Trabalhadores na Agricultura Familiar do Rio Grande do Sul (FETRAF/RS), e pela União Nacional das Cooperativas de Agricultura Familiar e Economia Solidária (Unicafes). O evento está ocorrendo nesta quinta-feira (28), na sede da Federação dos Trabalhadores da Industria da Alimentação do Rio Grande do Sul (FTIA/RS), em Porto Alegre. A abertura do evento contou com a presença do coordenador Geral da FETRAF/RS, Rui Alberto Valença; com o presidente da Unicafes/RS, Gervásio Plucinski; o deputado estadual, Altemir Tortelli; o representante da CUT-RS, Reginaldo Silveira Rodrigues; o presidente da FTIA/RS, Paulo Madeira; e com o representante da Secretaria de Desenvolvimento Rural, Pesca e Cooperativismo (SDR), Osmar Redin. Com o tema “Crise na cadeia produtiva do leite e as perspectivas para a agricultura familiar”, o evento iniciou com um painel sobre o quad

AMAPÁ – Feira de empreendedorismo inclui extrativistas do estado

Imagem
Entre os dias 1º a 3 de junho, a Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) estará na Feira do Campo, em Macapá, para apresentar os programas de apoio à produção que são direcionados aos agricultores familiares e extrativistas da região. O evento é voltado ao empreendedorismo e expõe produtos do campo. Além do atendimento em estande, técnicos da Companhia farão duas palestras. A primeira, no dia 2, será sobre a execução do Programa de Aquisições de Alimentos (PAA), quando também serão expostos os dados consolidados de investimento realizados pelo programa, entre 2010 a 2017, no estado. No dia seguinte, o tema abordado será a Política de Garantia do Preços Mínimos para a Sociobiodiversidade (PGPM-Bio), quando serão dadas orientações sobre como o extrativista pode ter acesso a esta subvenção dada pelo governo. Organizado pelo Sebrae, a feira é uma oportunidade para a realização de oficinas, formação e exposição do trabalho dos pequenos empreendedores. O principal objetivo da particip

Melhoria na qualidade do açaí reúne três esferas de governo em Portel (PA)

Imagem
“Se vocês seguirem as boas práticas, não haverá nenhum problema de doenças relacionadas ao consumo do açaí.” Essa foi a mensagem final do supervisor do Programa de Combate à Doença de Chagas do Estado do Pará, Éder Monteiro, aos batedores de açaí do município de Portel, em workshop realizado no sábado (19). O evento foi organizado pelo projeto Bem Diverso, em parceria com a Emater e a prefeitura local, para transmitir informações sobre os cuidados que devem ser seguidos desde a coleta até a venda ao consumidor, visando a melhoria da qualidade da bebida. Monteiro apresentou no evento informações sobre a enfermidade que mais preocupa as autoridades quando o assunto é açaí: a doença de Chagas. Segundo o ele, a cada ano cerca de 300 casos são registrados no Pará. E 85% dessas ocorrências são contaminações via oral, causadas pelo consumo da polpa do açaí contaminada com o protozoário parasita Trypanosoma cruzi. A transmissão ocorre quando os frutos do açaí são contaminados pelas fezes d

Oficina de horticultura e jardinagem traz perspectiva a jovens do Centro Socioeducativo de Uberlândia

Imagem
Contribuir para a responsabilização do adolescente em cumprimento de medida de internação, fazendo com que ele se sinta mais produtivo e adquira novos conhecimentos. Este é um dos objetivos de uma das oficinas oferecidas pelo Centro Socioeducativo de Uberlândia, no Território Triângulo Norte, que trabalha noções de horticultura e jardinagem com cerca de 50 adolescentes acautelados no local. A ação é uma parceria entre o Centro Socioeducativo e a Escola formal que existe dentro da unidade, da Secretaria de Estado de Educação (SEE) . De acordo com a direção do centro, a escolha dos participantes foi feita a partir do interesse e das habilidades específicas de cada um dos interessados. Os jovens são divididos em turmas de até cinco alunos e se revezam diariamente no cuidado com o jardim e a horta de onde cumprem internação. As aulas acontecem de segunda a sexta-feira, durante as manhãs e tardes. A oficina possui carga horária de quatro horas e possui aulas teóricas e práticas. Os
E aí, gostou da matéria? A Agroales News tem em sua missão trazer boas informações aos seus leitores. Sinta-se livre para curtir, comentar e compartilhar nas redes sociais! Contribua com PIX! Chave PIX AGROALES: 999e11f7-141b-460e-a5fe-27a2673c20b3