Postagens

Mostrando postagens com o rótulo Agroclima

Mapa vai ajudar a encontrar soluções para cafeicultores que tiveram perdas com geada, diz ministra

Imagem
  A ministra da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Tereza Cristina, esteve na manhã de hoje (23) em Alfenas, no sul de Minas Gerais, para se reunir com os produtores locais de café. A região, grande produtora de café, foi afetada esta semana por uma geada em decorrência da queda da temperatura, o que foi previsto pela plataforma de monitoramento do Inmet. Preocupados, os produtores se mobilizaram em uma reunião de emergência , da qual a ministra participou representando o Governo Federal. O objetivo foi verificar a situação das lavouras, ouvir os produtores para pensar em uma agenda de prioridades para atender os produtores locais.  “Quando eu recebi os relatos da geada do dia 20 de julho, eu fiquei muito preocupada. Eu sei o esforço para produzir e a frustração de perder a plantação num ano com boas previsões de valores. Viemos aqui para ver, ouvir e achar soluções em conjunto, sentarmos à mesa para identificarmos uma solução, que não será única. A geada pegou pontos

Convivendo com La Niña na agricultura

Imagem
A primavera 2020, que inicia no dia 22 de setembro, será marcada pelo fenômeno La Niña , com redução no volume de chuvas até o verão. Veja a análise de Gilberto Cunha, agrometeorologista da Embrapa Trigo. A presença do La Niña foi confirmada pelo boletim do Centro de Previsão Climática dos Estados Unidos, divulgado no dia 10 de setembro. O fenômeno geralmente está associado ao menor rendimento nos cultivos de verão, mas pode favorecer a fase final das lavouras de inverno. Problemas com chuva na colheita afetam tanto o rendimento quanto a qualidade de cereais de inverno, como trigo, cevada, aveia e outros.  Para o agrometeorologista Gilberto Cunha, associadas ou não com La Niña , as estiagens no sul do Brasil são recorrentes. Por isso, é preciso aprender a conviver com esse fenômeno. Ele explica que, desde a década de 1970, mais de 14 estiagens, com maior ou menor intensidade, assolaram o sul do Brasil. “O impacto das estiagens não é sempre igual em todas as regiões. No Ri

Embrapa e Secretaria Estadual da Agricultura lançam Boletim com análise meteorológica para a cultura da videira na Serra Gaúcha

Imagem
  A partir deste inverno, os viticultores da região contam com uma nova ajuda para o cultivo da videira: o Boletim Agrometeorológico da Serra Gaúcha. A publicação será elaborada por especialistas da Embrapa Uva e Vinho e da Secretaria Estadual da Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural do Rio Grande do Sul e ficará disponível gratuitamente nas páginas das duas Instituições. Clique aqui e confira a primeira edição.  Segundo a agrometeorologista  Amanda Heemann Junges, pesquisadora da Secretaria da Agricultura, o Boletim irá apresentar uma breve análise das condições meteorológicas ocorridas nos dois primeiros meses do inverno 2020 e também um prognóstico climático para o bimestre agosto-setembro, ambos utilizados para as orientações de manejo que estão sendo passadas aos produtores. “Buscamos unir os dados das estações meteorológicas de Veranópolis (DDPA/SEAPDR) e de Bento Gonçalves (INMET/Embrapa Uva e Vinho), que são referência para região, para elaborar um resumo
E aí, gostou da matéria? A Agroales News tem em sua missão trazer boas informações aos seus leitores. Sinta-se livre para curtir, comentar e compartilhar nas redes sociais! Contribua com PIX! Chave PIX AGROALES: 999e11f7-141b-460e-a5fe-27a2673c20b3