Postagens

Mostrando postagens com o rótulo cerrado

Governo aprova plano de R$ 2.9 milhões para expandir produção de trigo no Cerrado

Imagem
  Num momento em que se discute segurança alimentar após a guerra da Ucrânia reduzir a oferta mundial de trigo, a Embrapa conseguiu que o Ministério da Agricultura aprovasse seu plano de expansão da produção de trigo no Cerrado brasileiro. Os recursos previstos de R$ 2.9 milhões deverão fomentar ações nesse sentido nos próximos 36 meses. O plano tem por objetivo aumentar a área de cultivo em 40% até 2025, de 252.000 hectares em 2021, para 353.000 hectares; capacitar 70 assistentes técnicos; produzir 1.760 toneladas de sementes no período; e apoiar 22 dias de campo, 36 unidades demonstrativas, 22 lavouras expositivas e 143 visitas técnicas, além de fóruns e reuniões de pesquisas. Segundo informações da Embrapa, as ações de pesquisa e transferência de tecnologia atingirão os estados de São Paulo, Goiás, Minas Gerais, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Bahia, além do Distrito Federal. Chamado de Termo de Execução Descentralizada – ou TED do Trigo Tropical, o plano foi constru

Projeto ABC Cerrado recupera áreas degradadas

Imagem
Em dois anos foram beneficiados 84 mil ha de pastagens e capacitados quase cinco mil produtores. Seringueira se adpata ao bioma O projeto ABC Cerrado recuperou em dois anos de mais de 84 mil hectares de pastagens que estavam degradadas nesse bioma. Realizado conjuntamente pelo Ministério da Agricultura, Embrapa e Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Rural) é financiado pelo Programa de Investimento Florestal (FIP), que destinou US$ 10,6 milhões para a execução. Os recursos são administrados pelo Banco Mundial (Bird). As principais ações são a capacitação e assistência técnica em tecnologias previstas no Plano ABC (Agricultura de Baixa Emissão de Carbono). Além da recuperação de áreas, incluem a integração lavoura-pecuária-floresta, o plantio direto e o de florestas comerciais. As unidades da federação onde é desenvolvido são Goiás, Mato Grosso do Sul, Tocantins, Maranhão, Bahia, Piauí, Minas Gerais e Distrito Federal. O projeto teve início em 2014, desde quando foram capacitados

Desmatamento no Cerrado diminui, mas perda atinge 51% da região

Imagem
Segundo maior bioma natural do país, atrás apenas da Amazônia, o Cerrado apresentou melhoras na taxa de desmatamento nos últimos dois anos. Os dados divulgados hoje (21) pelo Ministério do Meio Ambiente fazem parte de monitoramento feito por satélites do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe). Na comparação de 2016 com o ano anterior, a redução foi de 43%. Apesar do recuo, a perda cobertura vegetal na região chega a 51%. A área devastada em 2017 era de 7.408 quilômetros quadrados, um tamanho 38% menor do que o registrada em 2015, quando a extensão era de 11.881 quilômetros quadrados. Ações O ministro do Meio Ambiente, Edson Duarte, atribuiu às práticas associadas ao agronegócio parte da responsabilidade do desmatamento no Cerrado. "Esse desmatamento legal está previsto na lei brasileira e defendemos que seja feito dentro da legalidade", afirmou. Para Duarte, é fundamental intensificar o diálogo com representantes da pecuária e da agricul

Sistema ajuda produtor rural a fazer recomposição ambiental em qualquer bioma brasileiro

Imagem
Com o objetivo de auxiliar produtores rurais no processo de adequação ambiental da paisagem rural, a Embrapa, o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento ( Mapa ), o Ministério do Meio Ambiente ( MMA ) e diversas instituições parceiras desenvolveram uma ferramenta que faz recomendações personalizadas ao produtor rural para recompor a paisagem nativa de sua propriedade. Chamada de WebAmbiente , a ferramenta estará disponível gratuitamente na internet e será lançada quarta-feira (28) às 10h30, no auditório do Ministério da Agricultura. Trata-se de um sistema de informação interativo que contempla o maior banco de dados já produzido no Brasil sobre espécies vegetais nativas e estratégias para recomposição ambiental. A ferramenta engloba todos os biomas brasileiros.  Programa sugere espécies nativas e orientações de preparo Ao acessar o sistema, o interessado tem à disposição o Simulador de Recomposição Ambiental. A ferramenta oferece sugestões de estratégias de recomposição e u

Soja rende mais com forrageiras no Tocantins

Imagem
Plantar soja em solo cultivado com forrageiras pode aumentar em quase 50% a produtividade da oleaginosa. É o que concluiu o trabalho de pesquisa de Carlos Andrade, em sua dissertação de mestrado desenvolvida na Universidade Federal do Tocantins ( UFT ) e que contou com a participação da Embrapa . Um dos que colaboraram foi o analista da Embrapa Pesca e Aquicultura Francelino Camargo. O foco do trabalho de Andrade foi a região de Cerrado do Tocantins, que possui mais de 90% de seu território nesse bioma. Andrade explica que, como a região é composta por áreas com diferentes características, o potencial de produção e produtividade das culturas não é o mesmo, assim como não são semelhantes as condições do solo e do clima e, portanto, os resultados dos cultivos também são diversos. Com essa multiplicidade de condições, é preciso entender melhor as áreas de Cerrado em regiões menores ou mais específicas. Foi esse o enfoque do trabalho de Andrade, que concentrou seus experimentos em Gurupi,
E aí, gostou da matéria? A Agroales News tem em sua missão trazer boas informações aos seus leitores. Sinta-se livre para curtir, comentar e compartilhar nas redes sociais! Contribua com PIX! Chave PIX AGROALES: 999e11f7-141b-460e-a5fe-27a2673c20b3