Postagens

Mostrando postagens com o rótulo laticínios

Busca por ‘Ensino à Distância’ em bovinocultura de leite aumenta 1.000% na pandemia

Imagem
  O Núcleo de Transferência, Treinamento e Capacitação em Pecuária de Leite (Nutttec) da Embrapa Gado de Leite conferiu cerca de 17 mil certificados a produtores, técnicos e estudantes que concluíram seus cursos de EAD (Ensino à distância) em 2020. Esse número é 1.000% maior, comparado à 2019, quando foram emitidos 1.700 certificados. O principal motivo deste crescimento, como explica William Bernardo, supervisor do Nutttec, foi a iniciativa de oferecer cursos gratuitos, logo quando a Organização Mundial de Saúde declarou a pandemia pelo novo coronavírus: “Registramos 20.717 matrículas, sendo 11.051 certificados emitidos nesses cursos gratuitos motivados pela pandemia”. Outra grande fonte de atração de interessados nos cursos EAD da Embrapa foi o Programa Jovens do Leite, instituído no ano passado, que atraiu 3.041 pessoas com 6.047 inscrições, com a emissão de 4.795 certificados. Já os demais cursos da Embrapa Gado de Leite (incluindo os cursos pagos) contabilizaram 1.

Aumento da demanda faz preço do leite subir

Imagem
  O setor de lácteos no Brasil vem obtendo resultados positivos e, apesar da pandemia de Covid-19, a demanda segue em alta. Isso é que concluiu os especialistas do Centro de Inteligência do Leite (CILeite), da Embrapa Gado de Leite, em sua reunião mensal de conjuntura, realizada na primeira quinzena de agosto. A pressão da demanda teve como consequência o aumento de preços de diversos produtos. Segundo Kennya Beatriz Siqueira, pesquisadora da instituição, a valorização se deu de forma generalizada e o volume de vendas de lácteos cresceu 5,3% no primeiro semestre, conforme dados da Nielsen. O leite UHT (de caixinha), por exemplo, atingiu de R$ 3,42 no atacado em São Paulo (a média histórica do preço é de R$ 2,82). A muçarela foi o produto que mais valorizou. No início da pandemia, houve uma retração do preço devido ao fechamento de pizzarias e restaurantes, com o quilo da muçarela sendo vendido a R$ 17,00, em média, no atacado. Hoje, pode chegar a R$ 27,00 o quilo (

EPAMIG ILCT realiza 33º Congresso Nacional de Laticínios

Imagem
Ciclo de palestras online comemora os 85 anos do Instituto de Laticínios Cândido Tostes  (Belo Horizonte – 22/6/2020) Em mais uma ação de difusão de conhecimentos no ambiente online, a Empresa de Pesquisa Agropecuária de Minas Gerais -Instituto de Laticínios Cândido Tostes (EPAMIG)/ ILCT) realiza entre os dias 14 e 16 de julho, o Ciclo de Palestras do 33º Congresso Nacional de Laticínios com o tema “Comemoração dos 85 anos do Instituto de Laticínios Cândido Tostes”. O evento é gratuito e vai abordar diferentes temas relacionados à cadeia de produção de derivados do leite. EAD Agroales Serão nove palestras, dentre elas “Fermentação Propiônica em Queijos com Olhaduras” ministrada pelo técnico em laticínios, Múcio Mansur. “Vou tratar especialmente do ponto de vista tecnológico dos problemas que ocorrem em relação à textura do queijo, um dos pontos mais críticos do processo de queijos com olhos, além dos principais fatores que podem levar o aparecimento do

Embrapa contribui para regulamentação de laticínios artesanais em Alagoas

Imagem
Alagoas deve se tornar, nos próximos meses, mais um estado que regulamenta a produção de laticínios artesanais certificados, obtendo o Selo Arte. Esse é o tema do Projeto de Lei Ordinária (PLO) 646/2018, de autoria da deputada Jó Pereira (MDB), discutido na semana passada em sessão especial na Assembleia Legislativa. Governo lança “Selo Arte” para identificar alimentos artesanais A proposta deve beneficiar, inicialmente, as queijarias artesanais alagoanas, atingindo cerca de 25 mil produtores da bacia leiteira local, tirando da produção clandestina uma quantidade ainda inestimável de produtores de queijos, especialmente aqueles vinculados à agricultura familiar. “A ideia é que possamos garantir a segurança jurídica para os produtores, sem descuidar da segurança alimentar e dos cuidados com o ambiente, garantindo as possibilidades de um desenvolvimento sustentável para essa cadeia produtiva”, disse a deputada na apresentação da proposta. Convidados para a sessão especial, pesquisado

Concurso escolhe os melhores queijos tipo Minas Artesanal do estado de Minas Gerais

Imagem
O 12º Concurso Estadual de Queijo Minas Artesanal será um dos destaques do Festival Minas a Queijo e Viola, entre 4 e 6 de outubro, em Uberlândia, no Triângulo Mineiro. Para este ano, a organização optou por algumas mudanças. Serão premiados os cinco melhores queijos escolhidos pelos jurados e o melhor queijo selecionado por um júri popular. A disputa acontece no sábado (5/10), a partir das 13h, no Parque de Exposições Camaru. Quarenta queijos participarão do concurso. A avaliação das iguarias segue critérios como apresentação, cor, textura, consistência, paladar e olfato. A comissão julgadora é formada 11 profissionais ligados à área. Na primeira etapa, serão classificados os dez melhores. Na segunda fase, são escolhidos os vencedores. A seleção dos queijos que participam do concurso estadual aconteceu em disputas municipais e regionais. “Cada região caracterizada como produtora de Queijo Minas Artesanal classifica os cinco primeiros para o estadual. Além deles,

Embrapa fortalece o Balde Cheio em Rondônia

Imagem
Maior comprometimento institucional e de parceiros marcam nova fase do projeto   O Balde Cheio, criado pela Embrapa há 20 anos, se tornou referência no desenvolvimento sustentável da pecuária leiteira por meio de capacitações continuadas de técnicos, atendendo demandas de extensionistas de entidades públicas e privadas e de produtores de leite de todo o Brasil. Nesta nova fase, o projeto ganha um caráter mais institucional, sendo abraçado por 16 Unidades da Embrapa, e busca o fortalecimento de parcerias “O comprometimento das instituições parceiras e o maior envolvimento das Unidades locais da Embrapa deve fazer a diferença nesta nova fase do projeto, para que ele seja mais consistente e robusto, garantindo a continuidade e ampliação do Balde Cheio”, destaca o chefe de Transferência de Tecnologia da Embrapa Pecuária Sudeste (São Carlos/SP), André Novo, um dos líderes do projeto.   Os principais conceitos do projeto, mitos e verdades, o papel de cada ator no processo, pot

Instituto Cândido Tostes lança programação para cursos de formação profissional em leite e derivados

Imagem
Queijos elaborados com fungos e produção de leite e de soro em pó são novos temas  Os interessados em participar dos cursos de formação básica profissional oferecidos pelo Instituto de Laticínios Cândido Tostes (Epamig ILCT) já podem se preparar. A programação para 2018 já está disponível no site www.candidotostes.com.br , com inscrições abertas a partir de fevereiro. De março a novembro, serão realizados 19 cursos de pequena duração, sempre com foco nas demandas do mercado laticinista. Além dos temas já tradicionais como queijos, iogurte e sorvete, a novidade este ano são os que abordam queijos elaborados com fungos (gorgonzola, camembert) e produção de leite e de soro em pó. Os treinamentos são específicos na área de leite e derivados e destinados aos diversos setores da cadeia produtiva, como profissionais da indústria, técnicos, produtores de leite e estudantes. "Os cursos de formação básica profissional são muito aguardados pelo mercado por atenderem as demandas da indústria,
E aí, gostou da matéria? A Agroales News tem em sua missão trazer boas informações aos seus leitores. Sinta-se livre para curtir, comentar e compartilhar nas redes sociais! Contribua com PIX! Chave PIX AGROALES: 999e11f7-141b-460e-a5fe-27a2673c20b3